As atividades físicas são altamente recomendadas pelos médicos. Não é à toa que se praticados da maneira correta os exercícios físicos ajudam na depressão.

Isso acontece porque não basta apenas ingerir remédios em grandes quantidades quando se está com depressão. Também, é importante buscar maneiras de se prevenir e melhorar o tratamento.

É por isso que as atividades físicas são indicadas como forma de tratamento, juntamente com o tratamento por meio de antidepressivos e terapias comportamentais.

Além disso, um estudo realizado por especialistas descobriu que os exercícios físicos ajudam no bem-estar da pessoa que se sente para baixo e promove melhorias para o corpo e mente.

Mas afinal, de que forma os exercícios físicos ajudam na depressão?

A prática de exercícios físicos faz o cérebro liberar neurotransmissores que ajudam a pessoa a se sentir melhor. É daí que se vem aquela sensação de bem-estar após os exercícios.

Além disso o cérebro também é estimulado a produzir dopamina e serotonina – outros dois neurotransmissores que dependendo da quantidade no cérebro podem ajudar diminuir os sintomas da depressão.

Assim, vale a pena o esforça quando se está se sentindo para baixa devido à depressão.

Além de tudo, os exercícios físicos promovem uma melhoria na qualidade de vida do ser humano. O segredo está em praticar uma atividade física que seja legal e divertida.

Sendo assim, é fundamental que os exercícios sejam efetuados com frequência para garantir o bem-estar que eles promovem e também para manter sempre o corpo movimentando e liberando os neurotransmissores necessários para o cérebro.

Faça tudo no seu ritmo!

Por mais que uma pessoa com depressão pode estar desanimada para praticar uma atividade física, é importante que ela realize um acompanhamento médico psicológico até melhorar a mente.

Com isso, será possível organizar a cabeça para planejar o início das atividades físicas e não se frustrar no começo. Com o tempo, o esforço trará frutos!

Além disso, por mais que seja complicado mudar os hábitos, lutar contra a depressão e ter vontade de sair de casa para praticar exercícios, valerá a pena quando notar as melhorias que os exercícios proporcionam.

– Com a realização constante de um exercício a pessoa com depressão pode emagrecer, controlar problemas no organismo como diabetes, evitar doenças cardíacas e respiratórias e liberar as tensões do corpo.

Portanto, é fundamental que uma pessoa depressiva encontre uma atividade que a dê motivação para praticá-la. Assim, será ainda mais fácil frequentar as aulas e colher os benefícios dos exercícios.

Com qual frequência devo praticar atividades físicas?

Os primeiros minutos de uma atividade física são os mais complicados, porém, logo após 15 minutos o corpo começa a liberar endorfinas, trazendo a sensação de prazer e bem-estar para o corpo.

Assim, o mais aconselhável para uma pessoa garantir as vantagens de uma atividade física, reduzir os sintomas da depressão e aumentar a qualidade de vida, é a prática de exercícios durante 45 minutos/1 hora.

  • Também é importante criar uma rotina, realizando semanalmente a atividade física.
  • Alguns exercícios aconselhados são: lutas, corrida, caminhada, musculação, natação, ginástica e dança.

Faça exercícios com treinadores profissionais!

Por fim, encontrar uma academia que ofereça os melhores equipamentos e treinadores qualificados para ajudar as pessoas que desejam obter resultados é essencial. Então, conheça a Academia Pratique Fitness!

Sem isso, a pessoa pode realizar exercícios da maneira errada e prejudicar o próprio corpo, além de se sentir mal por não saber o que fazer, principalmente se ela nunca frequentou uma academia.

Dessa forma, ao entender como os exercícios físicos ajudam na depressão e saber os benefícios que eles fornecem, procure ingressar em uma atividade que seja do seu gosto!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here