A maior parte das pessoas parece pensar que é completamnte inviável resolver seus problemas de coluna com spinning. Tem uma série de razões para esses indivíduos pensarem dessa maneira…

A primeira delas está relacionada ao fato de que normalmente pensamos que aqueles que tem essa região do corpo afetada teoricamente não deveriam fazer exercícios. Isso é errado de se imaginar, mas é o que comumente se imagina.

Depois também pesa o fato de que teoricamente solucionar os problemas de coluna com spinning não faria sentido a priori, já que a postura em tese sai prejudicada quando se aproveita esse tipo de esporte. Essa visão dos fatos é bem errada, e a seguir nós vamos te mostrar isso de forma clara e direta.

Para entender como resolver os problemas de coluna com spinning é preciso compreender essa aula

Entender como é feita a aula de spinning é fundamental para a gente desmistificar a ideia de que a prática em questão faz mal para a coluna. Uma coisa que muita gente pensa equivocadamente é que a modalidade complica essa região do corpo por ser necessário mudar de posição o tempo todo, trabalhando novos grupos musculares.

Isso não é necessariamente ruim, muito pelo contrário. Tudo depende de como o posicionamento é feito e de como a bike é ajustada, mas de maneira geral os riscos são pequenos quando se tem ajuda e orientação devida.

Outro ponto interessante é que dependendo de como a bike é colocada se faz mais ou menos esforço, o que pode ser um diferencial para quem sofre com dores crônicas a vida toda.

O que permite que muita gente duvide da resolução dos problemas de coluna com spinning é que mesmo que ele ajude no emagrecimento (o que é bom para cuidar dessa área) e ainda que ele melhore o metabolismo (o que também é benéfico dentro da mesma lógica) ele ainda força a lombar.

Bem, força para quem não sabe cuidar dela nesse treino, e abaixo vamos dar orientações funcionais nesse sentido, que vão ser ótimas e que com certeza te ajudarão!

Descubra como evitar as dores na lombar fazendo spinning

Como comentamos, o spinning tende a ser ótimo para a coluna, mas se não se cuida de certos aspectos a coisa não vai dar certo mesmo! A seguir falaremos mais sobre esses pontos:

  • Arrume o assento – Quem deixa o assento muito alto ou muito baixo pode forçar mais a coluna do que deve, e ainda vai prejudicar os joelhos. O mais inteligente a se fazer é ajustá-lo a cada nova aula, considerando a necessidade dele ficar na altura do seu quadril quando você e ele estão lado a lado.

O guidão também precisa estar bem ajustado, de verdade. Ainda que os efeitos dele estar mal ajustado sejam menos prejudicias ao corpo como um todo ainda pode ser ruim e evitar problemas é sempre algo inteligente;

  • Faça um alongamento – Parece bobagem, mas não é. Aquecer os músculos (e isso inclui os das costas) é fundamental para você evitar prejuízos maiores à região da coluna. Vale a pena esse esforço;]

  • Considere o posicionamento – Inclinar-se para a frente colocando o assento para a frente é bem ruim para a sua coluna, já que obriga você a arquear as costas e colocar pressão na sua parte inferior. Se você durante a montagem da bike evita esse tipo de posição vai estar muito melhor, de verdade;

Para resolver seus problemas de coluna com spinning vale a pena estar em uma boa instituição, e em todos os sentidos a Pratique pode ser esse lugar. Clique e saiba mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here