A escoliose é um desvio único ou múltiplo na coluna vertebral. É detectada, geralmente, na infância, podendo se agravar ao longo do crescimento da criança, de modo que seja necessário tratar. Mas é possível tratar escoliose com zumba?

A escoliose não tem cura, porém alguns tratamentos podem ajudar a controla-la e até mesmo a amenizar os sintomas decorrentes dela, como fortes dores, por exemplo. Esses tratamentos podem ser através do uso de colete e, em casos mais graves, cirurgias.

Porém além do acompanhamento médico, algumas atividades físicas podem ajudar pessoas com escoliose. É o caso da zumba, que é um treino-dança, que promove o fortalecimento dos ossos e músculos, entre outros fatores positivos.

Como melhorar os sintomas da escoliose com zumba?

Além de trazer muita dor ao paciente, os casos mais graves de escoliose podem oferecer diversas limitações e problemas como ombros em altura diferente, inclinação do corpo para um lado, cintura irregular e até mesmo a aparência de um quadril levantado.

Esses fatores podem contribuir para a queda da autoestima e até mesmo uma depressão, se não tratados, por isso é muito importante recorrer a métodos que possam ao menos amenizar essas questões, como é o caso da zumba.

A zumba é uma atividade física que envolve passos de dança. Ela traz inúmeros benefícios ao corpo, tais como, perda de peso, aumento da flexibilidade e coordenação motora, fortalecimento do sistema cardiovascular e dos ossos e músculos.

Ela também promove sensação de bem-estar, alívio de ansiedade e stress e interação social, e tudo isso auxilia muito na saúde física e mental da prática de zumba, além da melhora efetiva nos pontos listados acima.

Principais benefícios da zumba para quem tem escoliose

Sabendo que a prática da zumba oferece inúmeros benefícios para a saúde do corpo e da mente, ela já se torna altamente recomendada, sem contraindicação, para todas as pessoas que desejam cuidar da sua saúde, mas e para quem tem escoliose?

Nestes casos também a zumba é indicada. A única ressalva é para as pessoas que perderam a capacidade de locomoção, em decorrência deste problema. As demais, podem e devem buscar a zumba como forma de melhorar sua qualidade de vida e amenizar os sintomas da escoliose.

Alguns hábitos como passar muito tempo sentado em qualquer posição ou carregar muito peso nas costas podem agravar os sintomas da escoliose, mas mudar esses hábitos e incluir exercícios físicos entre as atividades de rotina ajudam a amenizar esse problema e evitar dores.

Os esportes mais recomendados para quem sofre de escoliose são os que estimulam os 2 lados do corpo igualmente, pois trabalham a simetria e o desenvolvimento muscular dos 2 lados, de modo que não estimula a diferença entre os lados.

Por outro lado, existem atividades que são contraindicadas para quem sofre de escoliose, que são as atividades unilaterais, ou seja, que exigem muito mais esforço de um lado do corpo, do que do outro, como tênis, basquete e Handebol.

Estes esportes podem promover o desgaste das articulações de um lado só, o que é altamente prejudicial para quem sofre com o desvio da coluna vertebral. A recomendação é que se evite esses esportes e escolha os bilaterais, como zumba e natação.

Vale ressaltar que a zumba não deve substituir o tratamento indicado pelo ortopedista. Ela apenas irá agregar, amenizando os sintomas de dor e má postura e ajudando a evitar uma piora da escoliose, através de suas atividades simétricas.

Acesse https://pratiquefitness.com.br/blog/  conheça todas as modalidades de zumba e escolha a que mais te agradar, para tratar a escoliose com zumba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here