Está sem tempo de ler agora? Experimente ouvir o artigo na player abaixo!


Por muito tempo a perspectiva de musculação para diabéticos foi vista como um grande tabu. Não se achava que pessoas com esse tipo de condição devessem fazer exercícios vistos por muitos como pesados.

A questão é que a educação física avançou, e hoje fica claro que é perfeitamente viável fazer práticas variadas sem se arriscar, adaptadas exclusivamente para as suas necessidades.

A seguir nós vamos falar um pouco mais sobre a musculação para diabéticos, apresentando a melhor forma de fazê-la e te dando uma indicação muito potente de local onde ela pode ser ideal. Veja abaixo!

Entenda o valor da musculação para diabéticos

Há quem duvide, mas a musculação para diabéticos pode ser bastante benéfica para eles. Isso porque ela oferece uma série de vantagens, como, por exemplo a redução dos níveis de gordura no fígado, ou ainda a melhora no controle da glicemia.

Experimentos feitos com ratos mostraram que com atividade física eles conseguiam se livrar da quantidade elevada de gordura no fígado, o que ajudava na metabolização da glicose no corpo, tornando seus níveis no corpo menores. Isso é interessante tanto para quem sofre com a diabetes, quanto para quem não sofre!

Ou seja, só vantagens em pensar na musculação para diabéticos, mas cuidado: não dá para simplesmente ir treinar e pronto. Existem protocolos que tem que ser seguidos para a segurança de indivíduos com essa condição na hora de fazer atividade física, e já, já falaremos sobre eles!

Compreenda como deve ser o treino de alguém que sofre com diabetes

É claro que o diabético pode fazer musculação, mas não sem antes tomar alguns cuidados. A seguir vamos listar os principais, que em muitos casos vão se repetir sempre:

  • É necessário fazer um check-up completo e conversar bastante com o seu médico de segurança;

  • É fundamental ter uma avaliação física na academia, explicando ao profissional que vai te atender como é a sua diabetes e de que forma você se trata;

  • Para quem usa remédios relacionados à diabetes é fundamental medir a glicemia antes do treino começar. É preciso que ela marque mais de 100 mg por dL. Estando abaixo disso há risco de hipoglicemia depois da prática, o que pode ser perigoso;

  • Além disso, pode ser necessário medir a glicemia mais uma vez durante os exercícios, para se assegurar de que ela não baixou demais. Importante dizer que no caso dela estar muito alta (mais de 300 mg por dL) é até melhor não praticar atividade física, indo falar com um médico;

  • Também é primordial medir a glicemia ao final da atividade física, para se certificar de que ela se mantém em níveis seguros, que de forma alguma vão te prejudicar;

  • Coloque tênis e meias adequados, para evitar a formação de bolhas, ou ainda de machucados. Isso é importante, porque diabéticos correm o risco de sofrer algum tipo de neuropatia periférica, e a melhor maneira de se proteger é estar confortável no dia a dia, incluindo os treinos;

Vá para a melhor academia

Vamos combinar que todo esse cuidado pede que você treine em um espaço adequado, onde seja protegido e acolhido realmente. Infelizmente nem todos os locais e academias oferecem esse tipo de garantia, e na verdade a maioria delas é bastante desastrada no resguardo dos clientes e dos alunos.

A boa notícia é que existe uma rede de academias que tem tudo para te oferecer o que há de melhor em termos de musculação para diabéticos. Estamos falando da Pratique! Se você quer treinar com segurança e sem correr nenhum perigo, nós temos o que é necessário para ajudar! Vem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here