Muitos podem achar que zumba e pressão alta não combinam, mas isso não é verdade. A prática de exercícios é fundamental para evitar problemas mais sérios, e que pessoas hipertensas podem adquirir.

Indivíduos que sofrem com a pressão alta estão mais vulneráveis às doenças cardiovasculares. Por isso que muitos aconselham a prática de atividades físicas e exercícios aeróbicos, e o zumba acaba sendo uma ótima opção.

Portanto, esse artigo irá falar sobre zumba e pressão alta, e o quanto essa atividade pode auxiliar pessoas hipertensas e que sofrem de doenças cardiovasculares.

Zumba e pressão alta: evitando problemas maiores

Praticar zumba é ideal para aqueles que gostam de exercícios com cara de brincadeira. Suas aulas possuem uma mistura de ginástica com movimentos de dança latina.

Criado na Colômbia, a Zumba rapidamente se tornou popular entre as academias, sendo procurada principalmente por pessoas que querem mexer o corpo e se divertirem ao mesmo tempo.

Suas aulas duram em torno de 45 minutos a 1 hora. O professor irá oferecer sequências de danças inspiradas em ritmos latinos, como o merengue, salsa, mambo, entre outros.

O rebolado é muito presente nas aulas de zumba, por vir da cultura latina, e isso pode trazer algumas dificuldades para quem não está acostumado. Há também alguns minutos de alongamento no final de cada aula.

Zumba e seus benefícios

Confira a seguir alguns dos benefícios que a prática de zumba traz:

  • Queima de calorias

Devido à intensidade do exercício, a zumba permite que o indivíduo perca entre 500 a 1000 calorias em uma aula.

  • Aumento da autoestima

A prática de exercícios físicos libera a endorfina, responsável pelo bem-estar e melhora na autoestima. Além disso, melhora também na interação social, por ser feito junto com outras pessoas.

  • Melhora na coordenação motora

Praticantes de zumba possuem uma coordenação motora otimizada e ágil. Seus reflexos se tornam mais rápidos e seus corpos possuem mais equilíbrio.

  • Músculos inferiores

A zumba trabalha muito a área dos músculos inferiores, que consiste nas coxas, glúteo e panturrilha. As pernas e o bumbum também ficam tonificados e fortalecidos

  • Auxilia a memória

Praticar zumba também melhora e estimula a memória, já que o aluno deve a todo momento lembrar e repetir os passos ensinados pelo professor.

  • Fácil acesso

Por ser uma atividade prática e divertida, ela acaba sendo mais acessível para todos, mesmo para aqueles que não sabem dançar. Praticar zumba é como entrar em uma festa.

  • Beneficia o sistema cardiovascular

Respondendo a pergunta do título: sim, a zumba e pressão alta podem andar juntas. Ou melhor, devem andar, já que a zumba faz um bem danado para pessoas hipertensas e que sofrem de problemas cardiovasculares.

Os movimentos da zumba auxiliam o sistema respiratório, fortalecendo a saúde do coração e evitando diversas doenças relacionadas à pressão alta. Então sim, zumba é altamente recomendado para pessoas hipertensas.

Zumba e pressão alta: a dança que evita diversas doenças

Como foi visto acima, a prática de zumba é uma ótima maneira para pessoas que sofrem com problemas cardiovasculares ou pressão alta de fortalecerem seus corpos e obterem uma maior qualidade de vida.

Cuidar da saúde é extremamente importante. Portanto, por que não fazer isso de maneira prática e divertida? Zumba, além de ser bastante prazeroso, é uma das atividades que mais trazem benefícios para o corpo.

Além disso, para aqueles que sofrem com problemas respiratórios ou tem pressão alta, a atividade acaba sendo ainda mais recomendada, pois ela faz com que essas pessoas saiam do sedentarismo e melhorem o seu estilo de vida.

E então, gostou de saber mais sobre zumba e pressão alta? Não deixe de conferir outros textos sobre esportes e academia no blog. Aproveite também, e deixe o seu comentário abaixo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here