Musculação em jejum de manhã

0
500

Ultimamente, uma nova moda tem surgido entre as pessoas que frequentam as academias com regularidade: fazer musculação em jejum de manhã. Elas acreditam que essa é uma maneira de potencializar os resultados.

Mas, afinal, será que isso funciona mesmo? Será que praticar um treino tão pesado com a barriga vazia e ainda logo ao acordar é a melhor forma de perder peso e definir o corpo rapidamente?

É isso que a maioria das pessoas tenta entender quando ouve falar nessa nova moda. Afinal, se a musculação feita com jejum pela manhã funciona, logo todo mundo estará participando. Por isso, é preciso pesquisar a fundo essa história.

Como funciona a musculação em jejum de manhã?

Teoricamente, a musculação em jejum de manhã serve para queimar mais calorias. As pessoas acreditam que, quando estamos sem combustível, ou seja, comida, nosso corpo busca outra fonte de energia.

Essa fonte seria o tecido adiposo e os excessos de gorduras que quem busca perder peso possui. Logo, ao começar a fazer musculação em jejum de manhã, o corpo começaria a queimar suas próprias gorduras, agilizando os objetivos do treino.

Além disso, ao começar o treino  logo pela manhã, os resultados seriam potencializados, já que quando acordamos, já estamos há várias horas sem comer nada. Isso intensificaria o processo.

Riscos da musculação em jejum de manhã

No entanto, algo que ninguém levou em conta nessa história toda é que a primeira fonte que o corpo buscaria são as proteínas e carboidratos, não as gorduras. Principalmente quando se trata de exercícios de explosão.

Ou seja, ao realizar musculação em jejum de manhã, o corpo começaria a queimar músculos, diminuindo o ganho de massa magra e surtindo efeito reverso para a hipertrofia. Confira aqui os riscos que isso traz:

  • O jejum pode afetar a performance

Sem um combustível inicial, o corpo acaba ficando sem muita força para praticar atividades físicas, o que pode diminuir bastante a performance e o desempenho do aluno durante as aulas de musculação.

  • A atividade física em jejum pode trazer problemas de saúde

Não se trata apenas dos músculos que você deixa de ganhar. Fazer musculação em jejum de manhã pode ser extremamente prejudicial para quem sofre de hipoglicemia e pressão baixa, deixando a pessoa ainda mais fraca e dependente.

  • Treinar em jejum pode atrapalhar a perda de peso

Muita gente começa a treinar em jejum para emagrecer. Mas, se ela não estiver preparada, pode ser que não consiga manter esse estilo de vida. E o pior, quando parar, pode acabar recuperando todo o peso perdido, chegando ao sobrepeso.

  • O jejum para fazer musculação pode aumentar problemas de colesterol

Praticar musculação em jejum de manhã pode ser ruim para os níveis de colesterol do corpo, principalmente para quem já possui algum problema cardíaco, de pressão arterial ou diabetes.

  • Fazer esforço de estômago vazio pode causar diversos desconfortos

Quando a pessoa não está acostumada a se exercitar, muito menos a fazer jejum pela manhã, o esforço de estômago vazio pode gerar dores de cabeça, fraqueza, tontura, dificuldade para se concentrar, além de interferir em medicamentos absorvidos pelo corpo.

Vale a pena fazer musculação em jejum de manhã?

Apesar de todos esses riscos, é possível se exercitar em jejum pela manhã, mas apenas para quem possui autocontrole ou criou bastante resistência por praticar atividades físicas regulares.

Além disso, é preciso escolher os exercícios corretos, e a musculação não é um deles. O ideal é fazer atividades que não sejam de caráter explosivo.

Portanto, a musculação em jejum  é bastante popular, mas é preciso tomar muito cuidado para que ela não vire uma atividade prejudicial ao organismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here