Está sem tempo de ler? Ouça no player abaixo.


 

Os hipertensos, obesos e indivíduos com outros tipos de doença, se forem fazer os exames de check-up, certamente, o mau colesterol, chamado de LDL, estará com níveis altos. Mas o que fazer para equilibrar esse problema? Uma das coisas a fazer são atividades físicas. Os exercícios ajudam no colesterol.

Portanto, isso inclui a mudança de hábitos ruins, como o sedentarismo, assim como outros que podem estar associados, como o tabagismo e o alcoolismo. A alimentação pobre em nutrientes é o principal fator para que se desenvolva mais colesterol ruim, ao invés do bom, chamado HDL.

Voce sabe qual é a função do colesterol no nosso organismo? O que você deve fazer para manter as taxas boas e não sofrer com problemas decorrentes disso, que inclusive, pode ser fatal para algumas pessoas? Vamos te ajudar a entender melhor tudo isso.

O que é o colesterol?

Essas substâncias são lipídios encontrados em todas as células do corpo, são gorduras essenciais para produção de hormônios, como o estrogênio, testosterona, além de ácidos biliares. Sendo que 70% é produzido pelo organismo e os outros 30% vem da nossa alimentação.

O que acontece é que com o acúmulo do LDL, que não traz benefícios e apenas serve para entupir veias e artérias e causar doença como, a hipertensão, diabetes, obesidade, isso tudo, pode levar a morte. A solução é se exercitar e trabalhar órgãos, ossos e músculos para fazer uma “faxina geral” no sangue.

Então, quais exercícios ajudam no colesterol?

Exercícios aeróbicos – Eles sãos os mais indicados, pois são feitos em muita quantidade e são prolongados, aumentado os batimentos cardíacos, oxigenando o sangue e assim quebrando melhor o HDL.

Então, caminhar, correr, nadar, são exemplos de treinos e os exercícios ajudam no colesterol. Trabalham grande grupos musculares e assim, a demanda e preenchimento do oxigênio fica mais potente.

O que é importante ter para ter o efeito de baixar o nível de HDL?

Existem alguns mecanismos na rotina dos treinos que facilitam o propósito e provam que exercícios ajudam no colesterol. Aproveite para falar sobre eles com seu professor e coloca-los em prática:

  • Ter frequência nas atividades físicas, com treinos de cinco a sete vezes por semana, com trinta minutos cada.
  • Movimentos regulares e com boa quantidade, que trabalhem a respiração de maneira constante. Ao longo do tempo, os resultados poderão ser vistos com o esforço do aluno.
  • Não deixar de beber água para que o organismo e os seus diferentes sistemas, cardíaco, respiratório, possam ser revigorados durante a aula.
  • Intercalar com musculação ou outra atividade de mais impacto, que concentre no desenvolvimento da massa muscular.

Conclusão

O que podemos concluir é que temos que passar longe do sedentarismo e da má alimentação, com isso, os nossos níveis sanguíneos sempre estarão bons e aliados com exercícios, fazem com que o condicionamento e a produção das substancias necessárias, como o caso do colesterol, sejam feitos de forma correta.

Quanto mais cedo a pessoa se preocupar com as taxas de LDL e de HDL, mas cedo conseguirá identificar alguma alteração e corrigi-la a tempo para não ter maiores problemas. Por isso que as atividades esportivas são tão indicadas e o check-up anual também.

Então, comece desde já, a mudar a sua vida e mostrar que tem mais atenção com você mesmo. Visite uma das unidades, comprove que exercícios ajudam no colesterol junto com a Pratique Fitness. Seja um dos alunos de uma das maiores redes de academias nacionais. https://www.pratiquefitness.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here