Os riscos da musculação na adolescência

0
217

Você sabia que podem existir vários riscos da musculação na adolescência? Acontece que, nessa época da vida, os jovens sofrem vários tipos de pressão social, dentre eles a pressão estética.

Dessa forma, eles começam a tentar dietas malucas, sofrer com transtornos alimentares, desejar cirurgias plásticas, ou mesmo ingressas na academia. Pode parecer o menor mal de todos, mas a academia nem sempre faz bem para quem ainda não tem o organismo totalmente desenvolvido.

Por isso, é muito importante compreender os riscos da musculação na adolescência para poder procurar formas mais saudáveis de praticar exercícios para jovens. Leia este artigo e entenda todos os detalhes sobre o assunto!

Por que existem riscos da musculação na adolescência?

Os riscos da musculação na adolescência existem por conta de um fator bastante simples: o desenvolvimento do organismo.

Essa é a chave de todo o processo pois, quando o corpo ainda não está totalmente formado, ou seja, quando o jovem ainda está em fase de crescimento, ter o corpo modificado dessa forma pode interferir negativamente.

Afinal, a musculação, querendo ou não, traz resultados mais rápidos e mais transformadores no corpo do aluno, e, quando se está em fase de crescimento, é difícil controlar essas mudanças.

Então, os riscos da musculação na adolescência estão intimamente relacionados com a falta de controle e com a interferência que o treino exagerado pode causar no processo de formação do organismo.

Sendo assim, existem vários riscos para quem exagera nos exercícios para jovens, e é justamente esse o foco do próximo item.

Quais são os riscos da musculação na adolescência?

Existem diversos riscos da musculação na adolescência, principalmente quando ela é feita de forma exagerada ou descontrolada, sem um plano de treino adequado para alguém que está em fase de crescimento.

Veja, a seguir, quais são os principais riscos e porque eles acontecem:

  • Risco de lesões

Se o treino não for supervisionado, o risco de lesões aumenta, já que o adolescente pode acabar querendo usar aparelhos para os quais não está preparado ou, ainda, levantar pesos da maneira errada. Isso pões em risco a coluna, as articulações e os músculos.

  • Altura

Quando a musculação é feita de forma inadequada ou exagerada, pode haver um estresse ao esqueleto, fazendo com que o adolescente tenha o seu crescimento afetado.

Já foi cientificamente provado que a prática exagerada de exercícios físicos na juventude impede a pessoa de crescer muito.

  • Substâncias ilegais

Outro risco da musculação praticada por adolescentes é o uso de substâncias ilegais para ganhar músculos e potencializar os efeitos da musculação sobre a estética do corpo.

Os adolescentes podem ser facilmente influenciados por esse tipo de prática, principalmente aqueles que se deixam influenciar pela vontade cega de querer ter um corpo mais forte ou magro.

  • Obsessão

Isso nos leva a outro risco: o surgimento de uma obsessão. Mais uma vez, jovens são mais facilmente influenciados, e podem acabar criando uma obsessão com a academia e com a forma do próprio corpo.

Isso pode iniciar distúrbios e acabar levando às lesões e comprometimento do desenvolvimento e crescimento do corpo.

É possível fazer musculação na adolescência?

Sim, apesar dos riscos da musculação na adolescência, é possível treinar na academia. Basta não ultrapassar 60 minutos consecutivos de musculação e sempre ter o treino supervisionado e planejado por um treinador.

Além disso, é função dos pais e responsáveis mostrarem para o adolescente que é preciso respeitar sua fase de crescimento, impedindo que sua musculação vire uma obsessão ou o leve par ao caminho das substâncias ilegais.

Conclusão

Portanto, existem vários riscos da musculação na adolescência, mas, ainda assim, é possível ter uma experiência saudável tomando muito cuidado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here