A musculação na infância e adolescência é muito mais comum do que se imagina, pois cada vez mais os jovens estão mostrando interesse pela academia e pela prática de atividades físicas que ajudem a fortalecer o organismo.

Afinal, desde criança o ser humano se imagina como um super herói ou um líder, e isso é um reflexo do seu instinto e necessidade de ser forte e parecer forte. Conforme cresce, a criança e o adolescente podem ser fortemente influenciados por essa visão, vinculada a alguém que vai à academia.

Neste artigo, vamos explicar como deve ser a musculação na infância e adolescência para que seja uma atividade saudável, transformando o aluno em uma pessoa forte sem que vire uma obsessão.

Como é a musculação na infância e na adolescência?

O exercício para jovens e crianças é muito comum e saudável, pois auxilia no desenvolvimento do organismo e inibe o sedentarismo, a obesidade, dentre outros males da falta de exercícios.

Por isso, a musculação na infância e adolescência pode ser um grande aprendizado e apresentar muito benefícios.

Por outro lado, se não for praticada de forma consciente e cautelosa, a musculação pode se transformar em um inimigo.

Devido a isso, é essencial que alguns cuidados sejam tomados na prática da musculação na infância e adolescência, como por exemplo:

  • Os treinos devem ser sempre acompanhados por um profissional;
  • O treinador deve orientar com relação aos exercícios, quantas séries fazer e qual a quantidade de carga que deve ser utilizada;
  • O treinador também deve impedir que o aluno exagere no treino, garantindo que ele respeite seus limites e a hora do descanso;
  • A musculação deve ser sempre apresentada par ao aluno como uma atividade que visa saúde do organismo e não deve ser usada para transformação estética com obsessão;
  • O treino deve ser sempre de, no máximo, uma hora, e a regularidade deve ser de até duas vezes na semana, dependendo da idade e condicionamento físico do aluno.

Musculação para crianças

Quando se trata da musculação na infância e adolescência, a musculação para crianças é um pouco mais rara, mas pode ser praticada a partir dos 9 anos de idade, segundo os especialistas.

De acordo com um estudo publicado pela revista “Pediatrics”, do APP, American Academy of Pediatrics, a musculação para crianças de 9 anos ou mais é segura e até mesmo benéfica.

Não há problema algum para uma criança nessa faixa etária praticar treinos de resistência, desde que sejam supervisionados e adequados especificamente para a sua estatura, peso e ergonomia.

Além disso, o único impedimento seria o uso de equipamento, o que além de perigoso nem sempre vai se adequar ao tamanho do aluno.

Musculação para adolescentes

Já a musculação para adolescentes segue o mesmo princípio, com a diferença de que o corpo já está um pouco mais preparado para esse tipo de atividade.

Sendo assim, os treinos podem ser levemente mais avançados, mas ainda deve-se tomar muito cuidado com as máquinas e a quantidade de carga levantada.

Quando praticada de forma correta, a musculação na infância e adolescência só traz benefícios e pode ser uma grande aliada no crescimento e desenvolvimento saudável do organismo, além de ajudar o aluno a pegar gosto pelos exercícios físicos.

Conclusão

Portanto, podemos concluir que a musculação é benéfica em qualquer idade e o seu objetivo para jovens é, justamente, o de apoiar o seu crescimento e potencializar a sua saúde.

Sendo assim, a musculação na infância e adolescência está liberada, e pode ser praticada com muito gosto, desde que existam sempre profissionais para acompanhar o desempenho do aluno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here