Musculação em jejum intermitente

0
303

Todos nós os vimos no Instagram os famosos modelos de fitness. Os homens grandes, com músculos super esculpidos e cinturas estreitas e triangulares. Para tudo isso, as vezes é necessário fazer musculação em jejum intermitente.

Se você também não entende muito sobre como funciona a musculação em jejum intermitente você saberá agora tudo sobre, continue lendo este artigo.

O jejum intermitente é um processo de alimentação que muitas vezes a pessoa fica dia sem comer ou come em apenas um determinado momento do dia.

Saiba se a musculação em jejum intermitente é segura

Se você está apenas começando a entender sobre o assunto, você notará que alguns caras se estruturam pelos métodos de jejum intermitente.

Mas o que é musculação em jejum intermitente? E como não comer o mantém não só magro, mas grande?

É uma questão interessante, e não é tão simples quanto esses as pessoas que querem que você acredite, e é preciso muito mais esforço do que você pensa em fazer nos bastidores.

Existem diversas pessoas que já passaram pela musculação em jejum intermitente, principalmente profissionais de halterofilismo, é algo que mexe com o organismo, mas que funciona para algumas pessoas.

Podem lembre-se de ter um acompanhamento médico e profissional pois não é recomendado para todos.

Quais são os equívocos e dúvidas comuns sobre a musculação em jejum intermitente

Com a crescente popularidade do jejum intermitente, muitas pessoas em ambos os lados se perguntam como isso afetará o ganho muscular.

O potencial do jejum intermitente em ser um obstáculo ao treinamento de musculação é uma preocupação razoável entre as pessoas.

Se simplesmente prolongarmos a ideia do jejum, você descobrirá que isso não apenas previne o ganho muscular, mas eventualmente o matará quando você passar do jejum para o faminto.

Mas precisamos perguntar mais sobre ele e entender melhor, já que a musculação em jejum intermitente tem muitos outros benefícios positivos que fazem valer a pena considerar, mesmo para atletas sérios que procuram resultados reais.

Em um estudo recente os pesquisadores descobriram uma maneira bastante inteligente de examinar a resposta anabólica ao jejum.

Eles olhavam para a população muçulmana durante o período do Ramadã. O Ramadã é um mês sagrado em que os participantes não comem ou bebem durante o dia, desde o amanhecer até o entardecer.

No entanto, ainda existem muitos atletas muçulmanos e até mesmo alguns estudos sobre os efeitos do Ramadã no futebol e outros esportes, mas não para o treinamento de musculação.

Os participantes do estudo eram fisiculturistas muçulmanos, mas os resultados devem ser aplicados a qualquer um que queira ganhar massa magra ou força.

Eles não eram fisiculturistas de nível elite, mas sim realizavam rotinas de fisiculturismo de maneira recreativa pelo menos três dias por semana.

O grupo de participantes foi dividido em dois – aqueles que se exercitavam durante o dia enquanto jejuavam e os que se exercitavam à noite depois de terem comido.

Curiosamente, como o jejum começou, o volume total de exercício e a ingestão calórica total para os fisiculturistas não mudaram realmente.

Eles aparentemente comiam refeições maiores à noite para compensar, e assim seus níveis de proteína, gordura e carboidratos ainda eram praticamente os mesmos a cada dia.

  • As únicas grandes diferenças quando o jejum começou foram uma melhora no uso de gordura corporal e alguma desidratação.

Disciplina é necessário

A musculação em jejum intermitente ajuda você a perder mais peso do que o normal, mas as calorias ainda precisam mudar para ver mudanças efetivas em seu corpo.

O exercício regular e uma dieta adequada são as chaves para o sucesso, este método de jejum facilita o processo.

Com isso, o a atividade de musculação em jejum intermitente é uma forma de perder peso e ganha massa muscular, como a maioria dos fisiculturistas fazem. Mas lembre-se que tudo isso requerer acompanhamento médico e disciplina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here