Descubra o que pode causar e como evitar dor no pescoço

1
1221
Dor no pescoço

A dor no pescoço não é um incômodo tão raro entre as pessoas. Ela atrapalha bastante a rotina e pode ser um sinal de alerta do corpo para questões mais graves. Se você sofre com essas dores poderá descobrir aqui algumas de suas possíveis causas e como lidar com esse problema.

O que causa dor no pescoço?  

1. Tensão Muscular

Questões emocionais, como estresse, mal humor, cansaço mental, tristeza, pressão, dentre outras, podem gerar tensão muscular. Essa tensão, geralmente concentrada nos ombros e proximidades, acaba gerando dor no pescoço. Por vezes pode acompanhar também dor nas costas, dores de cabeça, desânimo, rigidez corporal e outros sintomas somáticos.

O que fazer?

Se você identificar que a dor que sente é emocional, o ideal é tentar relaxar e melhorar os ânimos. Descansar é fundamental, dormir bem, se alimentar bem, praticar exercícios. Você pode também buscar atividades que proporcionem lazer em geral. Outras opções são: yoga, meditação, psicoterapia, enfim, você é a pessoa que melhor sabe sobre a gravidade do seu momento.

2. Má postura

Dormir com uma postura errada, passar muitas horas sentado na frente do computador, ficar muito tempo na mesma posição, postura incorreta para caminhar, carregar objetos pesados são grandes causadores de dor no pescoço. Isso porque os seus músculos e ossos se esforçam mais e se lesionam quando você faz os movimentos errados. Pode ser causado também pelo sedentarismo, caso esses músculos e ossos não estiverem sendo devidamente irrigados pela corrente sanguínea.

O que fazer?

Bom, aqui a solução é até simples: melhorar a postura!

  • Manter sempre a coluna ereta;
  • Ao dirigir, descansar a cabeça no encosto do banco;
  • Dormir de lado, com os joelhos flexionados formando um ângulo de 90º com o corpo, travesseiro baixo e, de preferência, um travesseiro entre as pernas;
  • Agachar para apanhar um objeto no chão, principalmente se for pesado, em vez de simplesmente curvar a coluna;
  • Evitar movimentos bruscos com o pescoço;
  • Praticar exercícios físicos leves

3. Doenças

Se mesmo tomando as medidas preventivas a dor continuar persistente, talvez o motivo seja mais sério. Existem doenças que podem ter como sintoma a dor no pescoço. Alguns exemplos são a artrose, hérnia de disco cervical, artrite, reumatismo, meningite, enxaqueca, câncer, problemas dentários, dentre outros. Se mesmo melhorando a postura e aliviando as tensões os sintomas persistirem, procure um médico para identificar as razões.

Como aliviar a dor no pescoço?

Agora você já sabe os possíveis motivos da dor no pescoço e como preveni-los em médio e longo prazo. Mas, se a dor já está por aí, provavelmente você quer uma forma de acabar com ela, certo? Para isso, veja algumas dicas:

  • Faça movimentos lentos com o pescoço, ao mesmo tempo em que relaxa a partir da respiração. Movimente para frente, para trás, para um lado, para o outro lado e faça movimentos circulares.

  • Bolsa ou compressa de água morna pode ser uma alternativa para ativar a circulação na região do pescoço.

  • Massagens também auxiliam na circulação e favorecem o relaxamento.

É importante não esquecer do incômodo quando a dor passar e manter a postura sempre. Desta forma você evitará que as dores se tornem um problema grave com o tempo.

Boa alimentação e prática regular de exercícios é sempre uma ótima alternativa para ter mais disposição física e menos dores. Saiba mais sobre o assunto lendo o nosso texto: As vantagens dos exercícios físicos para os músculos e ossos. Além da dor no pescoço alguma outra dor te incomoda? Deixe nos comentários.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here