Importância da musculação na gravidez

Você conhece a importância da musculação na gravidez? Treinar durante esse período traz muitos benefícios para a mãe e para o bebê.

Porém, é muito importante obter uma permissão médica antes de fazer isso. Embora essa ideia geralmente seja aceita pelos médicos, iniciar um programa de exercícios intenso não é recomendado.

Além disso, qualquer exercício deve ser descontinuado se houver corrimento sanguinolento da vagina, qualquer fluxo de líquido, inchaço súbito das extremidades, fortes dores de cabeça, tontura ou inchaço e dor nas panturrilhas.

Levando em conta as informações acima, saiba agora qual é a importância da musculação na gravidez e aposte nas dicas abaixo!

Confira a importância da musculação na gravidez

Segundo especialistas, a importância da musculação na gravidez é bastante alta.

– As mulheres grávidas devem treinar 5 dias por semana, em que 3 dias são focados em exercícios leves, é feito 1 dia de cardio e 1 dia de ioga.

  • O programa de treinamento acima oferece o fim de semana livre para que você possa descansar e buscar por outros interesses. A cada 2 ou 3 meses, é recomendado que você tire uma semana inteira de folga.

– Além disso, certifique-se de alterar seu programa de treinamento um pouco a cada duas semanas ou meses.

  • Converse com seu médico o mais rápido possível, para ter certeza de que você está com saúde o suficiente para se exercitar.

  • Além disso, mantenha um registro de treinamento e mostre ao seu médico para ter certeza de que ele aprova o fato de você praticar atividades físicas durante a gestação.

– Inclua seus treinos e sua dieta no seu registro de treinamento. Durante os treinos, anote a que horas você chegou e saiu da academia e todos os exercícios realizados, junto com séries e repetições.

– Em relação à sua dieta, anote tudo o que você comeu, o horário em que você comeu, o número de calorias e quantos gramas de gordura foram ingeridos, carboidratos e proteínas, entre outros.

  • Faça isso diariamente e, quando você der à luz seu bebê, ficará surpresa e orgulhosa de suas realizações.

Alterações cardiovasculares

O corpo feminino passa por uma grande variedade de alterações fisiológicas durante a gravidez e o sistema cardiovascular é afetado tremendamente nesse período.

– O volume de sangue é aumentado em 40-50% e a produção cardíaca aumenta em 30-50%.

– A frequência cardíaca em repouso aumenta em 8 batimentos por minuto durante as primeiras semanas da gravidez.

  • Já a frequência cardíaca em repouso aumenta ainda mais – até 20 batimentos por minuto em 32 semanas. O consumo de oxigênio do corpo feminino é aumentado em 10-20%.

É a fim de manter todas essas alterações equilibradas que se aposta na importância da musculação na gravidez.

Alterações hormonais e metabólicas

Durante a gravidez, há mudanças nos níveis de progesterona, relaxina e estrogênio.

– As alterações nesses hormônios causam um crescimento do útero e também do tecido mamário. Há uma diminuição no tônus ​​do músculo liso, também.

  • As alterações nos hormônios também causam um amolecimento dos ligamentos ao redor das articulações.

Isto é especialmente encontrado em áreas lombo sacrais e pélvicas, que geralmente causam náuseas, vômitos e diminuição do apetite.

Compreendendo a importância da musculação na gravidez, você pode minimizar esses problemas!

Alterações do sistema musculoesquelético

O ganho de peso médio das mulheres durante a gravidez é de 13 kg. Com o ganho de peso em excesso, ocorrem alterações posturais. Eles, por sua vez, criam desequilíbrios musculares.

Conhecer a importância da musculação na gravidez evita o ganho de peso excessivo e permite que você conte com o máximo de saúde possível durante sua gestação! Aposte na prática de exercícios!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pratique Google