Os problemas na coluna atingem boa parte das pessoas no mundo, o que faz com que as pessoas procurem atividades físicas como solução para o problema. Mas será que quem tem problema na coluna pode fazer Zumba?

Apesar de ser desagradáveis, já é algo esperado. Devido ao fato que muitos acabam cedendo ao sedentarismo. Além disso, muitas passam o dia todo em um escritório trabalhando colados a um computador.

Uma solução seria que as empresas tivessem um trabalho preventivo como ginástica laboral, ou um ambiente para que seja feito exercícios físicos, ótima para estimular a movimentação nos intervalos dos expedientes.

Todos esses fatores aliados a uma postura completamente errada, contribuem para o desenvolvimento de dores e doenças nas costas. Dessa forma, resta as pessoas procurarem formas de amenizar e eliminar as dores.

E é claro que uma das respostas mais óbvias e que gera mais resultados, é a prática de atividades físicas, como a Zumba. Capaz de queimar 1000 calorias em uma hora, a dança vem sendo cada vez mais procurada.

Uma pessoa com problema na coluna pode fazer zumba?

 

A resposta para essa pergunta, em termos gerais, é sim. Mas é preciso tomar bastante cuidado, pois dependendo do problema na coluna, algumas atividades podem ficar mais restritas.

A Zumba é conhecida por misturar diferentes ritmos musicais, principalmente de origem latina. Salsa, merengue, reggaeton, lambada, e hip hop são alguns deles.

Em músicas que os movimentos e coreografias forem mais impactantes, é importante que pessoas com problemas de hérnia de disco por exemplo, evitem ao máximo, pois a prática pode acarretar em agravar a situação.

Agora, em outros casos como desvios da coluna, a dança e a Zumba podem ajudar muito quando se trata de postura e percepção corporal, gerando uma melhora nestes desvios posturais.

Além disso, a Zumba pode reduzir o risco de osteoporose, gerar o fortalecimento da musculatura e aumentar a flexibilidade do corpo de acordo com os movimentos que forem sendo feitos.

Tipos mais comuns de dores na coluna

 

Lombalgia: É caracterizada por dores na região lombar, podendo ter como causa vários fatores, como má postura durante os afazeres e passar muito tempo sentado.

Artrose: Mesmo aparecendo mais em pessoas idosas, também pode surgir em qualquer idade. A artrose atinge as articulações da coluna, ocorrendo por conta de excesso de levantamento de pesos e traumas. Fatores genéticos também têm sua influência.

Cervicalgia: São as dores que ocorrem na área do pescoço. Essa patologia aparece bem de repente e costuma estar conectada a movimentos bruscos na região.

Escoliose: É um tipo de deformação na coluna vertebral que causa um desvio lateral. Aqui, a utilização de coletes ou até mesmo fazer uma cirurgia podem ser precisos.

Lordose: É quando a coluna torácica mostra uma curvatura exagerada para dentro, como se a pessoa andasse com o peito estufado. Esse estado pode acarretar sérios problemas com o tempo e apresentar muitas dores.

Cifose: Mais uma que causa uma curvatura anormal das vértebras, so que dessa vez, acontece para fora. É conhecida como corcunda e surge a partir do  desequilíbrio do sistema neuromuscular, osteoporose, traumas ou genético.

Caso uma pessoa já tenha desenvolvido alguma dessas condições, é fundamental a procura por um médico para estabelecer um tratamento adequado.

O importante é juntar o tratamento médico com a prática de atividades físicas, melhorando cada vez mais sua condição e aumentando a sua qualidade de vida.

Para isso, a procura por uma academia que atenda com qualidade este tipo de condição é crucial. Como a Pratique Fitness, que possui toda a estrutura necessária e profissionais capazes, é possível sim que quem tenha problema na coluna pode fazer Zumba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here