Se existe uma semelhança entre a hérnia de disco e a Zumba, é a sua popularidade. Mas será que uma pessoa com hérnia de disco pode fazer zumba?

Para quem é amante de atividades físicas, poucas coisas no mundo são tão desprazerosas quanto ter que parar de realizar tais atividades por conta de um problema de saúde ou uma lesão.

Existem vários tipos de contusões que podem atrapalhar esta prática, mas uma das mais comuns são os problemas de coluna. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 80% da população tem ou vai ter problemas na região.

Entre esses problemas, uma das mais famosas e comuns é a hérnia de disco. E quando uma pessoa acaba tendo essa lesão, existem alguns cuidados especiais que precisam ser tomadas, ainda mais para quem deseja ter uma vida ativa.

Quem tem hérnia de disco pode fazer zumba?

 

Primeiramente, é necessário entender que existem alguns níveis de hérnia de disco. Ou seja, ela pode ter localizações distinas e tudo depende do indivíduo.

Se pegar duas pessoas com diferentes graus de hérnia de disco, uma em um estágio mais avançado e outra em um inicial, as duas vão ter orientações médicas diferentes em relação a permissão da prática de atividades físicas.

No caso, o acompanhamento entre educador físico, fisioterapeuta e ortopedista, é crucial. É necessário que todos os profissionais estejam alinhados de forma em que o paciente/cliente consiga ter mais qualidade de vida e pare de sofrer as dores da patologia.

Portanto, se uma pessoa tiver a suspeita de hérnia de disco, a recomendação é a visita até um ortopedista para ser diagnosticado de maneira segura e individualizada.

No caso da Zumba, é preciso tomar cuidado e ser precavido. A dança de forma geral é uma tentativa válida, sendo que se houver a dor, deve ser interrompida.

O ideal é optar por realizar movimentos que não tenham grande impacto, que gerem sobrecarga na coluna e que ultrapasse as limitações do corpo. Portanto, o ideal é ser adaptada para cada indivíduo, com recomendações profissionais.

O que é a hérnia de disco

A hérnia de disco nada mais é do que o deslocamento dos discos situados entre as vértebras da coluna. Esses discos tem o objetivo de amortecer e dar suporte a um conteúdo gelatinoso.

Com o passar dos anos, essa proteção tende a ceder, porque acaba perdendo sua capacidade de contenção. Então, essa parte gelatinosa pode se deslocar, criando dessa forma, a hérnia de disco.

A tendência é que este mal seja mais comum com pessoas de mais idade, no entanto, é possível que o evento aconteça em pessoas sedentárias e com propensões genéticas. A população fumante também está mais apta a sofrer disso.

Na maioria dos casos, a hérnia de disco se forma na lombar e na região cervical. Os sintomas são queimação, dores e outros incômodos, com risco de comprometer não somente a atividade física, mas também de tarefas mais simples.

Tratameto

O tratamento para a hérnia de disco geralmente é a prática da fisioterapia e o uso de medicamentos. Analgésicos e anti-inflamatórios são os mais comuns nas fases iniciais, mas dependendo do nível do sintona, opta-se por opioides.

Uma outra alternativa é realizar uma endoscopia, com anestesia local, sedação e incisão de 1cm. Quando essa é a opção, o paciente fica um dia em intervenção.

É necessário entender que cada paciente reage de um modo diferente. Portanto, novamente, tudo precisa ser invidivualizado. Em relação ao tempo de tratamento, cerca de seis semanas os médicos afirmam que é a média, apesar de ser relativo.

Caso não haja nenhuma melhora com os tratamentos citados anteriormente, a cirurgia para a hérnia de disco é indicada. O objetivo da ação é de retirar a parte do disco em que está comprimindo e inflamando a raiz nervosa.

Após fazer a consulta médica e estar apto a praticar atividades físicas, uma pessoa que tem hernia de disco pode fazer zumba tranquilamente, respeitando seus limites. Para isso, a academia Pratique Fitness é totalmente indicada com aulas sensacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here