Ao se falar sobre Jiu Jitsu história no brasil, é importante saber que a história dessa arte marcial e do país estão intrinsicamente ligadas e sua conexão remonta desde 1914, quando Mitsuyo Maeda veio para cá.

“Ju” é traduzido para significar “gentil, flexível, flexível ou maleável”. “Jutsu” ou “Jitsu” é traduzido para significar “arte” ou “técnica” e representa manipular a força do oponente contra ele mesmo, em vez de confrontá-lo com sua força.

O tema Jiu Jitsu história no brasil é muito interessante para o nosso país e estimula, anualmente, milhares de alunos a fazerem parte de aulas que mudam não apenas seu corpo físico, mas também a sua mente.

Jiu Jitsu história no brasil

Jiu Jitsu história no brasil – o que saber?

O Brasil é um país que abriga dezenas de sumidades no Jiu Jitsu – e muito disso se dá em função da prática e de sua história estarem amplamente relacionadas ao país.

Praticantes (kai) do Jiu Jitsu história no brasil aprenderam que as formas mais eficientes de parar / matar / neutralizar um inimigo não eram as agressões diretas, mas sim as defesas e imobilizações.

Essas técnicas foram desenvolvidas em torno do conhecimento de usar a energia de um atacante contra ele, em vez de se opor diretamente a ele.

Primeiras origens míticas – Jiu Jitsu história no brasil

As verdadeiras origens do Jiu-jitsu (ou Budo, como foi chamado primeiro) são impossíveis de rastrear! Mas os elementos da arte podem ser rastreados em mais de 2500 anos.

– Histórias míticas de Kajima e Kadori, dois deuses lendários, contam como os habitantes de uma providência oriental foram punidos por sua ilegalidade usando técnicas de Jiu-jitsu.

  • O Chikura Kurabe, um esporte que apareceu no Japão em 230BC, teve muitas técnicas que foram incorporadas ao treinamento de Jiu-jitsu.

– Durante o Período Heian (784 dC), o Jiu-jitsu foi incorporado ao treinamento do Guerreiro Samurai para que ele pudesse se defender contra um atacante armado no caso de perder sua espada no campo de batalha.

Ryu (casa ou escola)

Em 880 dC, o primeiro Jiu-jitsu Ryu foi formado pelo príncipe Teijun. Um dos primeiros Ryu (casa ou escolas) que usaram o Jiu-jitsu como arte primária foi fundado em 1532 por Takenouche Hisamori.

– Diz a lenda que, enquanto em uma peregrinação, Takenouche desmaiou de exaustão após o treinamento e meditando por vários dias.

Em seu delírio, ele recebeu uma visão de um guerreiro fantasma. O guerreiro ensinou-lhe cinco técnicas de imobilização e as vantagens de usar armas curtas nas longas.

Influência chinesa – Jiu Jitsu história no brasil

Apesar de estarmos falando sobre Jiu Jitsu história no brasil, é impossível deixar as raízes chinesas dessa arte marcial de lado.

– Antes da fundação do Takenouche-Ryu, as técnicas de combate de mão aberta existiam apenas como uma arte secundária ao sistema de armas principal.

  • A maioria dos Jiu-jitsu Ryu modernos pode traçar sua linhagem diretamente de volta a Takenouche.

  • No início do século 16, Hideyoshi Toyotomi introduziu a arte chinesa de Ch-an Fa (perfurando e nervosa) no Japão e foi adotado pelo Jiu-jitsu.

Todos os pontos acima foram unificados por Mitsuyo Maeda e trazidos para o Brasil no chamado “Jiu Jitsu brasileiro”.

Sua história perdura por anos e traz diversas medalhas em competições para o nosso país, unindo golpes defensivos e de imobilização em um sistema rígido de regras.

Conclusão

Sabendo mais sobre o tema Jiu Jitsu história no brasil, que tal apostar em praticar aula de lutas marciais na academia Pratique Fitness e trabalhar mais do que apenas o seu corpo, mas também a sua mente e seu psicológico?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here