A Musculação em jejum faz mal?

0
262

A moda da musculação em jejum tem se difundido bastante no mundo fitness, mas ela não deixa de ser exatamente igual àquelas dietas milagrosas que prometem resultados inalcançáveis.

O problema é que  os benefícios são muito poucos para a quantidade de riscos que uma pessoa corre ao fazer atividade física de estômago vazio, principalmente quando o jejum não possui nenhum fundamento.

Assim, cada vez mais as pessoas estão tentando praticar esse tipo de treino, mas não sabem como os exercícios físicos em jejum feitos inadequadamente podem fazer mal ao organismo. É preciso ter mais clareza sobre esse assunto.

Qual é a polêmica que gira em torno da musculação em jejum?

A principal polêmica que gira em torno da musculação em jejum é se ela só faz mal para a saúde ou se, de alguma forma, ainda pode trazer benefícios para o corpo. Vários estudos – falsos e verdadeiros – começaram a surgir para defender cada lado.

No entanto, como a mente das pessoas que querem emagrecer a qualquer custo não enxergam as provas, ainda existe muita gente praticando musculação em jejum da forma errada, correndo sérios riscos de ferir seu corpo e sua saúde.

Por isso, é preciso sempre pesquisar a fundo antes de iniciar qualquer rotina para emagrecer ou transformar o corpo de alguma forma. Afinal, existem sim vários malefícios que a musculação feita de estômago vazio pode trazer.

Quais os malefícios da musculação em jejum?

A musculação em jejum pode trazer muitos males para aqueles que não sabem treinar da maneira correta, ou que possuem algum problema de saúde relacionado à pressão arterial ou ao coração.

Nesse caso, esse tipo de atividade pode ser bastante prejudicial, e é preciso ter noção disso para escolher um exercício que melhor combine com as suas necessidades. Veja, a seguir, quais são os seus malefícios:

  • Diminuição do rendimento

Fazer musculação em jejum  deixa o corpo cada vez mais fraco, e isso  acaba com o seu rendimento durante a atividade física. E, se o seu desempenho tende a cair, não tem motivos para se esforçar tanto para esse treino.

  • Aumento das chances de diabetes

Como o corpo acaba diminuindo a insulina e as taxas de glicemia, o que pode acabar gerando um quadro de diabetes. Por isso é tão perigoso para as pessoas que já possuem problemas de hipoglicemia treinarem dessa forma.

  • Queima de proteínas

A ilusão de que o corpo vai queimar apenas gorduras durante a musculação em jejum cega os praticantes. A realidade é que ele também vai utilizar uma boa parte do estoque  de proteínas, principalmente provindas dos músculos. Ou seja, dê  adeus para a hipertrofia.

  • Sinais de fraqueza

Durante a musculação, quando o corpo está sem reservas energéticas, a pessoa já começa a perceber sinais de que aquilo não faz bem à sua saúde. Cansaço, vômito, náuseas, desmaios, tontura e mal-estar são alguns exemplos.

  • Compostos metabólicos tóxicos

Por mais que a ideia de aumentar a produção dos compostos metabólicos seja boa, essas substâncias são tóxicas ao organismo. E isso acaba prejudicando quem treina sem comer.

Musculação em jejum faz mal? Vale a pena insistir?

Sim! Para todos os efeitos, musculação em jejum faz mal. Até existem maneiras de aproveitar esses treinos, mas a quantidade de riscos que esse tipo de treino oferece já leva à decisão.

O melhor mesmo é não  insistir e procurar outros tipos de exercícios que se dão melhor com o jejum, ou evitar treinos pesados durante uma dieta.

Portanto, a musculação em jejum é uma forma de treino bastante prejudicial ao organismo e à saúde de seus praticantes, e deve ser evitada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here