Diferenças Entre Ginástica Masculina E Feminina

A ginástica masculina e feminina é uma categoria olímpica e não há quem nunca tenha se maravilhado com os movimentos dos ginastas (como o clássico Solo da ginasta Daiane dos Santos).

Mas será que há diferenças significativas no treino e na competição de homens e mulheres? Ou será que as avaliações do campeonato são idênticas para ambos os sexos?

No artigo de hoje você vai entender um pouco mais sobre a ginástica masculina e feminina. Além disso, trouxemos outras informações interessantes sobre o assunto.

Diferenças Entre Ginástica Masculina E Feminina

Quais as diferenças entre ginástica masculina e feminina

A ginástica masculina e feminina possui objetivos semelhantes, mas não idênticos. No caso dos homens, os movimentos buscam força e controle na execução de cada movimento convencional. No caso das mulheres, a graça e criatividade contam muito.

As modalidades também são um pouco diferentes e cada um deles tem os seus equipamentos específicos. Conheça agora quais são os treinos destinados a cada gênero:

  • Aparelhos da ginástica masculina
  • Barra fixa. Nesse caso, o competidor deve fazer movimentos envolvendo a barra fixa, que é alta e fica entre dois pilares.
  • Barras paralelas. As barras paralelas trazem um pouco mais de dificuldade, pois é preciso ir de uma barra para outra para elevar a pontuação.
  • São duas argolas penduradas por cordas e é necessária muita força nos braços para conseguir realizar os movimentos.
  • O que chamamos de solo é a modalidade onde o atleta realiza os movimentos no chão. Com toda a certeza você conhece o Diego Hypólito, certo? Ele é um dos medalhistas da modalidade Solo.
  • Cavalo com alças. Esse equipamento se constitui de uma barra na horizontal com pequenas alças em cima. O ginasta não pode tocar os pés na base do cavalo e deve ter muito força nos braços.
  • Salto sobre o cavalo. Nessa modalidade o ginasta realiza um salto que será avaliado pelos jurados.
  • Aparelhos de ginástica feminina
  • Salto sobre cavalo. As duas mãos devem tocar o cavalo e a aterrisagem precisa ser com os dois pés.
  • Barras assimétricas. Os exercícios devem ser bem variados.
  • Trave de equilíbrio. É imprescindível elementos acrobáticos e a variação no ritmo.

É possível praticar ginástica masculina e feminina em qualquer idade?

A ginástica masculina e feminina de competição é uma modalidade que realmente exige tempo e dedicação dos atletas. É muito raro encontrar algum competidor que não tenha começa a praticar desde pequeno.

Sendo assim, se você já é mais velho e está se interessando pela ginástica, fique ciente que participar de torneiros e semelhantes será um desafio muito, mas muito grande.

No entanto, nada te impede que você comece a realizar algumas aulas como forma de lazer. É extremamente importante realizarmos algum tipo de exercício físico e a ginástica pode ser um deles.

Essa modalidade faz muito bem à saúde física e saúde mental, além do mais, trabalha muito a flexibilidade e amplitude de movimentos. Mas, lembre-se: para ter bons resultados é necessário frequentar as aulas com determinada frequência.

Onde é possível encontrar aulas de ginástica?

Hoje em dia as academias estão cada vez mais diversificadas e apostando em aulas além da musculação. Você encontra facilmente aulas de jump, spinning, funcional, muay thai, karate, enfim, diversas atividades.

Encontrar aulas de ginástica é mais fácil hoje do que antigamente, mas, ainda assim, não é algo que toda academia oferece. Algumas cidades oferecem oficinas de ginástica, essa também é uma opção.

De qualquer maneira, a ginástica masculina e feminina é uma ótima atividade física e se você busca isso para os seus filhos, por exemplo, eles terão um grande desenvolvimento, mas você mesma pode praticar tal modalidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pratique Google