A aula de ritmos virou febre nas academias mais descoladas de todas as grandes cidades. Pode ser considerada, uma alternativa para sair da monotonia dos treinos aeróbicos tradicionais entediantes, que costumam desmotivar alunos fazendo-os desistir de frequentar a academia pelo menos três vezes por semana.

A aula de ritmos utiliza diversos gêneros musicais como; o axé, a salsa, o hip hop, samba, pagode, kuduro, funk e até mesmo o sertanejo.

Com certeza é uma ótima opção para marombeiros de diversas idades. Sejam adolescentes, adultos ou idosos. E não se preocupe! Você não precisa ser uma expert em dança, a ideia é remexer o corpo sem pudor para definir os músculos e perder calorias!

A boa noticia é que essas aulas foram criadas para beneficiar e muito sua saúde física e mental. Vamos entender melhor como funcionam essa modalidade de dança aeróbica?

Mas afinal o que é aula de ritmos?

A aula de ritmo pode ser classificada como uma modalidade de exercícios aeróbicos que misturam coreografias de ritmos variados, como hip-hop, axé, funk, salsa, kuduro, reggaeton, música latina, forró, sertanejo e até mesmo dança de salão.

O foco principal dessas aulas é o exercício aeróbico, por isso é importante intercalar as aulas de ritmo com musculação e ginastica localizada para cuidar também do desenvolvimento e definição dos músculos.

Geralmente as aulas combinam a coreografia de movimentos variados simples, com movimentos mais complexos. O barato é que enquanto você esta se divertindo, a perda de caloria está ativada. Em uma aula de uma hora é possível perder aproximadamente 400 calorias. Os benefícios são inúmeros.

Quais os principais benefícios da aula de ritmos.

A aula de ritmos reúne uma série de benefícios, estes idênticos aos que já proporcionam as aulas aeróbicas tradicionais, como a caminhada, jump, aeroboxe, spinning e etc.

O grande diferencial das aulas de ritmos é que elas conseguem conciliar o exercício aeróbico à diversão. A dança e a música ajudam equilibrar a saúde mental, pois proporcionam relaxamento e socialização.

As aulas se bem aplicadas, melhoram a função cardiorrespiratória, desenvolvem a coordenação motora, melhoram os movimentos, corrige a postura e fortalecem a musculatura.

Os ganhos em saúde mental envolvem; melhora do humor, estimula a criatividade, combate a depressão e ajuda a melhorar o estresse. Isso porque, a dança, ajuda o organismo a liberar a serotonina e adrenalina, neurotransmissores que potencializam o benefício do exercício.

Quais são as modalidades das aulas de ritmos.

Zumba: A aula de ritmo mais popular entre todas. Para os ecléticos é a melhor escolha, pois trabalha com diversos ritmos musicais como axé, funk, hip-hop, reggaeton e salsa, além das músicas mais tocadas da estação. Os movimentos e coreografias vão das mais simples as mais complexas.

Disco Funk: É uma aula que mistura muito funk dos anos 70 aos passinhos típicos de James Bown e John Travolta. Com movimentos do Street Dance e Breakdance. É nostálgico, as musicas são lendárias e não tem como ficar parado!

Dança de Rua: Inclui movimentos de dança de rua e break. Os passos incluem giros, deslocamentos no chão, movimentos laterais de tronco e de ombros, todos bem precisos e  marcados. As aulas são animadíssimas.

Samba de Gafieira. A dança é oriunda das periferias cariocas, mas atualmente a modalidade é caracterizada por muita técnica, elegância e precisão e tem feito à cabeça dos moderninhos urbanos.

            Agora que você aprendeu tudo sobre aula de ritmos, é só escolher a que mais combina com você e começar as aulas na sua academia! Com certeza os resultados serão visíveis logo na primeira semana. O que está esperando! Bora dançar!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here