Quem tem diabetes pode fazer academia?

0
2783

A diabetes é uma doença resultante da alta concentração de glicose no sangue, devido à deficiência de insulina. Ela pode ser genética (Tipo 1) ou adquirida (Tipo 2). Independentemente de qual tipo de diabetes estivermos falando, a resposta para a pergunta se quem tem diabetes pode fazer academia é uma: sim, pode e deve! Mas, é preciso alguns cuidados.

Existem duas informações muito importantes a saber sobre o diabético e os exercícios físicos: Por que a atividade física é importante? Quais os cuidados devem ser tomados para a sua prática? Falaremos de cada uma dessas questões.

Por que fazer academia pode ser benéfico para o diabético?

Como foi falado, a diabetes é uma doença em decorrência do acúmulo de glicose no sangue devido à sua má absorção pelo organismo. No caso da diabetes tipo 2, a doença pode estar relacionada ao sedentarismo e má alimentação. Então, além de prevenir a doença nestes casos, aqueles que são afetados com ela, para qualquer um dos tipos, poderá se beneficiar dos exercícios físicos.

As atividades físicas auxiliam no tratamento, uma vez que ajuda no controle glicêmico, reduzindo, consequentemente, a dose de insulina a ser tomada (exceto no tipo 1). Além disso, a redução do percentual de gordura e fortalecimento dos músculos é muito interessante para quem tem diabetes, pois evita o desenvolvimento da insensibilidade, fraqueza e doenças paralelas, como a pressão alta.

Além dos exercícios aeróbicos, a musculação também pode apresentar resultados positivos para quem tem diabetes, pois a repetida contração dos músculos é capaz de estimular componentes da membrana celular, facilitando com que as proteínas celulares atuem na absorção da glicose pelas células.

Quais cuidados devem ser tomados na prática de exercícios quando se tem diabetes?

De início, uma pessoa com diabetes deve tomar os mesmos cuidados que qualquer pessoa ao começar a prática de exercícios, tais como: respeitar os limites do corpo, começar aos poucos, ser orientada por um profissional qualificado. Contudo, ela ainda deverá ter alguns cuidados específicos:

  • Controle da Glicemia

Durante os exercícios físicos o corpo produz glicose, ao mesmo tempo, em que facilita a sua absorção. Os resultados disso são benéficos para quem tem diabetes, mas, devido a esse movimento do organismo, deve-se evitar praticar exercícios caso a glicemia esteja elevada ou reduzida.

  • Ajuste de insulina

Com a prática de exercícios, é importante verificar a necessidade de redução da insulina pelos efeitos de sua melhor absorção pelo organismo, evitando assim a hipoglicemia.

  • Acompanhamento médico

É importante que o médico seja consultado e atualizado sobre a prática de exercícios, para auxiliar na orientação e adequar o tratamento.

  • Cuidado com os pés

Pessoas que têm diabetes podem desenvolver insensibilidade nas extremidades do corpo, sendo os pés um dos membros mais prejudicados. Nesse caso, lesões e feridas podem passar despercebidas e gerar complicações graves. Deve-se ficar sempre atento a essa parte do corpo para identificar possíveis problemas e tratá-los com antecedência.

Como você deve ter percebido, a academia é muito benéfica para os diabéticos, facilitando o tratamento da doença. Em contrapartida, se observar bem, os cuidados que precisam ser tomados são rotineiros para quem tem diabetes, portanto, não alteram muito o que já faz parte do tratamento e acompanhamento relacionado à doença.

Agora que você já sabe que pode e deve fazer academia, que tal conhecer algumas modalidades? Leia o nosso artigo: Modalidades de academia: escolha a perfeita para você e comece logo a ter uma vida mais saudável!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here