Pode fazer Musculação na Adolescência?

0
200
Pode fazer Musculação na Adolescência?

Uma dúvida constante de pais de jovens é se seu filho pode fazer musculação na adolescência? Muitos profissionais especializados afirmam que não há nenhum estudo que comprove contraindicações.

Mas como a adolescência é uma fase de crescimento e desenvolvimento do corpo, os cuidados devem ser redobrados para quem pratica a musculação. O excesso de peso e o treinamento excessivo são os principais riscos que os jovens estão expostos.

A musculação assim como qualquer outra atividade física ou esporte, desde que bem orientados são excelentes aliados na saúde e qualidade de vida. Quando praticados desde a juventude, faz com que se crie o hábito de se exercitar.

Pode fazer Musculação na Adolescência?

Mitos e verdades sobre: Pode fazer musculação na adolescência:

É muito comum escutar que não pode fazer musculação na adolescência, devido aos perigos de atrofiar os músculos e ser prejudicial no crescimento dos jovens, essa afirmativa, porém é considerada um mito.

Desde que bem orientados, e com o auxílio de profissionais capacitados, praticar esportes na juventude é considerado muito saudável. Mas todo o cuidado deve ser redobrado nessa idade.

Pessoas na idade adulta quando sofrem alguma lesão, se recuperam mais rápido e as chances de se curar são bem mais altas, quando comparadas aos adolescentes.

Os adolescentes, por estar com o corpo ainda em formação e crescimento, quando se machucam, podem adquirir uma lesão grave e em muitas vezes definitiva. Por isso, é importante redobrar a atenção quando se fala que pode fazer musculação na adolescência.

Principal risco da musculação na adolescência

Segundo muitos profissionais de educação física e médicos do esporte, o principal risco que a musculação na adolescência oferece é a sobrecarga de pesos.

Muitos alunos que praticam essa atividade acabam desrespeitando a recomendação dos professores no quesito carga dos equipamentos e barras. Portanto é recomendado praticar esportes na juventude sempre com o acompanhamento de um instrutor.

Alguns fatores são importantes para diminuir os riscos de sofrer alguma lesão durante um treino de musculação, como: aquecimento, alongamento, foco na execução dos movimentos, aumento gradual de resistência, força e controle.

Benefícios da musculação:

Praticar esportes na juventude como a musculação vão muito além de ganho de massa, como muitas pessoas e até os jovens pensam e procuram esse esporte com essa finalidade.

Pode fazer musculação na adolescência os jovens que são diagnosticados com depressão, síndrome do pânico ou algum problema emocional. Essas doenças estão cada vez mais atingindo a sociedade, e os jovens são alvos constantes.

Pode fazer Musculação na Adolescência?

 

Confira outros benefícios que a musculação pode trazer na adolescência:

  1. Melhorar a postura: Praticar esportes na juventude faz com que a musculatura das costas se fortaleça, sustentando melhor a coluna evitando má postura e futuras dores;
  2. Diminuição de gordura: Muitos jovens sofrem com o sobrepeso nessa idade. Aliada com uma alimentação saudável, a musculação se torna uma excelente opção na queima de gordura corpórea. Diminuir gordura do corpo além de trazer uma melhora da autoestima, ainda promove o aceleramento do metabolismo, prevenção da obesidade e da aterosclerose;
  3. Combate problemas emocionais: como falado anteriormente, o treino de musculação libera endorfina, o hormônio responsável pelo prazer e bem estar. Por isso, pode fazer musculação na adolescência, os jovens que foram diagnosticados com estresse, ansiedade e depressão;
  4. Diminui os riscos de diabetes: os praticantes de musculação na adolescência têm os menos riscos de adquirir diabetes no futuro. Isso se deve ao fato do organismo utilizar a glicose circulante como fonte de energia o açúcar que está em excesso no sangue fica armazenado como forma de glicogênio, utilizado em outros processos metabólicos.

Concluímos então, que pode fazer musculação na adolescência, desde que bem supervisionados por profissionais e sempre com o acompanhamento dos pais em caso de reclamação de alguma dor ou indisposição.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here