Os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água? Veja mais

Muitos médicos indicam a natação para crianças como uma forma de amenizar ou solucionar problemas de saúde. E os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água.

Os exercícios dentro da piscina são comumente indicados para quem tem problemas respiratórios. No caso das crianças, os benefícios podem ser imensos, e até mesmo reverter o quadro completamente.

Entenda melhor porque os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água, e como esse exercício pode ajudar a criança a viver uma vida melhor.

Bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água?

Os bebês estão em fase de desenvolvimento. Quando são submetidos a alguns exercícios, podem reverter problemas de saúde. É comum, por exemplo, que crianças com lesões variadas comecem a praticar natação bem cedo na esperança de diminuir os problemas.

No caso, os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água. Os exercícios dentro da piscina ajudam a fortalecer o sistema respiratório, e facilitam a circulação do oxigênio.

O pulmão é um dos órgãos que conseguem ganhar mais resistência com a água. O mesmo acontece com o diafragma, que ganha mais capacidade e elasticidade.

Como resultado, a respiração flui melhor, e acriança sente menos os problemas. É comum que os médicos indiquem para bebês com bronquite ou mesmo com quadros asmáticos.

Respiração pela boca e exercícios variados podem ajudar a conter a asma!

A pressão da água causada no peito faz com que as crianças respirem de maneira mais forte. Estima-se que a frequência respiratória aumente em até 60% durante os exercícios na água.

Isso faz com que os músculos sejam treinados, ganhando mais resistência e capacidade. Músculos mais fortes representam uma maior facilidade para respirar.

A natação infantil também estimula o trabalho do diafragma, o que beneficia as crianças que tenham qualquer problema respiratório. Por fim, os exercícios estimulam a respiração pela boca, o que é bom para asmáticos.

Essas crianças conseguem adquirir maior controle sobre a entrada e a saída de ar, e isso ajuda a controlar a asma e a conter o problema inclusive diante de uma crise.

Somente a natação é suficiente para tratar esses problemas?

Os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água, sim, mas nada substitui um bom acompanhamento médico.

O mais indicado é que os pais procurem um profissional antes de matricularem os seus filhos em qualquer tipo de atividade. O médico analisará o quadro da criança, e assim poderá dizer se ela está apta para a natação.

Algumas crianças podem ter deformidade torácicas, que também prejudicam o respirar. O treinamento frequente de natação ajuda a corrigir isso, além de todos os benefícios que já citamos até aqui.

Então, podemos dizer seguramente que bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água. Mas é preciso atenção e cuidado para não sobrecarregar a frequência respiratória.

E para isso um bom médico e um bom orientador de natação poderão ajudar muito.

Procure uma academia de qualidade!

Matricule o seu filho em uma academia de qualidade para que ele tenha o devido acompanhamento. A escola precisa garantir a presença constante de um profissional durante as aulas.

Questões como a temperatura adequada da água e a estrutura local também são fundamentais. Se tudo isso for de qualidade, os benefícios para o bebê serão imensos.

Os bebês com problemas respiratórios se beneficiam das atividades dentro da água. Quanto antes eles começarem a praticar, maior será a evolução e, consequentemente, menor será o impacto do problema na vida da criança.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password