Natação Artística – A diversão pode virar esporte

0
847

A natação artística, ou seja, o esporte do nado sincronizado percorreu um longo caminho desde seus primórdios como o “balé aquático” dos filmes de Esther Williams.

O nadador sincronizado de hoje deve ter a graça de uma bailarina, a força e flexibilidade de um ginasta, as habilidades de um nadador de velocidade e jogador de polo aquático, os pulmões de um mergulhador de pérolas e a resistência e vigor de um corredor de longa distância.

Acrescente a isso a exigência de tempo de fração de segundo e um toque dramático para interpretação musical e coreografia. Entenda de que forma esses profissionais transformam diversão em esporte e aposte nele!

Saiba tudo sobre a natação artística

O regime de treinamento de um nadador sincronizado é mais exigente do que o de muitos esportes.

– Nadadores sincronizados de nível superior podem treinar por até 8 horas por dia.

  • Treinamento com pesos, exercícios de flexibilidade, para não mencionar muitas horas gastas na piscina fazem parte do treino de um nadador sincronizado.
  • Eles competem em equipes de até oito pessoas e em duetos e solos. Os nadadores universitários, juniores e de grupo etário também podem competir em trios.

História da natação artística

A natação artística é um evento olímpico desde 1984. As primeiras competições olímpicas incluíram apenas o dueto e os eventos solo.

– Nos Jogos Olímpicos de Verão de 1996, o evento de equipe substituiu o dueto e a competição solo e, nas Olimpíadas de 2000, o nado sincronizado foi representado pelos eventos de dueto e equipe.

– A maioria das competições de natação sincronizada é composta de duas partes.

  • A primeira é a competição “Figura” ou “Elemento”, onde cada nadador realiza uma série de movimentos técnicos individualmente na frente de um painel de juízes sem música.
  • Depois vem a competição “Rotina”, onde os nadadores realizam uma rotina composta de movimentos técnicos coreografados à música.
  • Nadadores são julgados por mérito técnico e impressão artística. A pontuação de mérito técnico é baseada na sincronização, tempo debaixo d’água, dificuldade e quão alto os nadadores podem se impulsionar para fora da água.
  • A pontuação de impressão artística inclui o quão bem a coreografia é combinada com a música e a graça dos nadadores na água.
  • Uma porcentagem da pontuação da figura do atleta é combinada com uma porcentagem da pontuação de rotina para determinar a pontuação final atribuída.

As habilidades básicas que você precisará ter em nado sincronizado é rastejar e pisar na água com um chute chamado “batedor de ovos”. Há também muitas posições que você pode aprender a combinar em uma rotina.

Além disso, há um elemento conhecido como “elevadores” em nado sincronizado, onde os nadadores criam uma estrutura com seus corpos e levantam-se da água na mesma formação que criaram debaixo d’água.

Sculls

Sculls são movimentos de mão usados ​​para impulsionar o corpo e são essenciais para nado sincronizado.

Alguns sculls comumente usados ​​são suporte, padrão, torpedo, split-arm, barrel e paddle scull.

  • O suporte é mais utilizado e é composto por dois movimentos repetidos. Você precisa segurar os braços contra o corpo e os antebraços em ângulos de 90 graus.
  • Em seguida, você move os antebraços para frente e para trás para criar pressão de água suficiente para manter as pernas acima da água.

Eggbeater

Esse movimento é muito parecido com o funcionamento de um batedor de ovos manual, com uma perna girando no sentido horário e a outra perna no sentido anti-horário.

– Os nadadores sincronizados usam este chute porque ele deixa as mãos livres para realizar golpes.

– Devido ao movimento oposto do chute, é uma maneira estável e eficiente para os nadadores atingirem a altura necessária para executar movimentos acima da água.

Conhecendo as principais práticas da natação artística, você pode decidir se esse é o caminho para você e, quem sabe, realmente unir esporte à diversão?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here