Musculação Feminina: conheça nossas 4 dicas

3
4971

Muitas pessoas pensam que musculação é uma atividade física destinada apenas aos homens. Ao contrário do que pode parecer, no entanto, as mulheres podem e devem praticar exercícios musculares se quiserem um corpo mais saudável. Neste post, você irá conhecer algumas de nossas dicas para a prática da musculação feminina. Confira!

Musculação feminina x musculação masculina

A musculação é um treino de força contra a resistência que trabalha os músculos do corpo humano. Por isso, pode ser praticado por qualquer pessoa. Homens e mulheres, no entanto, têm diferenças fisiológicas, anatômicas e hormonais. Isso faz com que os homens, geralmente, sejam maiores, tenham maior força nos membros superiores e possuam facilidade para ganhar massa muscular.

As mulheres, por sua vez, têm um nível menor de testosterona, um hormônio tipicamente masculino. Isso faz com que o aumento da musculatura seja realizado com maior dificuldade. Além disso, a anatomia feminina representa um corpo mais delicado e com mais curvas, embora a probabilidade de haver gorduras localizadas seja bem maior.

Objetivos

Por conta desses fatores que já foram apresentados sobre as diferenças, a musculação de cada gênero deve ser planejada considerando suas individualidades. Na musculação feminina, os objetivos geralmente são:

Diminuição da gordura corporal

Com a aceleração do ritmo metabólico, o organismo queima as reservas de gordura para fornecer energia ao corpo. Dessa forma, a musculação causa a diminuição no índice gorduroso e, consequentemente, o emagrecimento. Essa diminuição ainda é útil para deixar a camada muscular mais evidente.

Tonificação muscular

Com a musculação, o espaço que antes era ocupado pela gordura é preenchido pelos músculos, que ganham mais definição na medida em que os grupos são trabalhados. Vale lembrar que os níveis menores de testosterona causam na musculação feminina uma dificuldade em relação à hipertrofia, mas não à tonificação.

Melhora na qualidade de vida

Não apenas a estética corporal deve ser buscada com a musculação feminina. A prática é uma modalidade de atividade física e, como qualquer outra, traz benefícios tanto para o corpo quanto para a mente. A ampliação da capacidade cardiorrespiratória, o aumento da resistência, a diminuição dos níveis de estresse e ansiedade, a redução dos riscos de doenças cardíacas e o aumento da autoestima são alguns dos efeitos.

Treine grupos musculares específicos

Para valorizar a perda de gordura corporal localizada e preservar os traços femininos, muitas mulheres treinam grupos musculares específicos. Geralmente os membros inferiores são os mais trabalhados. Mas não pense que eles se resumem apenas às coxas: o abdome, a panturrilha e os glúteos também podem – e devem – ser estimulados na musculação feminina.

Não se esqueça, no entanto, da harmonia corporal

Assim como muitos homens malham apenas os músculos superiores e ficam com um visual desproporcional, muitas mulheres focam apenas nos inferiores. Essa prática é errada, já que todo o corpo deve ser trabalhado na musculação. Como a hipertrofia é mais difícil, não tenha medo de parecer grande ou larga demais. Trabalhe bíceps, tríceps, ombros e costas, por exemplo, e lembre-se de que a força e a resistência musculares, sempre são bem-vindas.

Essas são algumas das nossas dicas para a musculação feminina. O objetivo da mulher deve ser valorizar mais o enrijecimento dos músculos do que o crescimento deles, mas sem deixar de trabalhar todos os grupos musculares. Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here