O Spinning Faz Mal?

Boatos de que o spinning faz mal têm deixado os amantes da vida fitness um pouco preocupados e também contribui para afastar novos atletas dessa modalidade, por pura falta de informação.

Inclusive, como essa aula tem se popularizado, é muito comum que qualquer assunto relacionado a ela ganhe proporções muito maiores do que o habitual, onde o esclarecimento de algumas dúvidas se faz necessário.

Mas, afinal, o spinning faz mal ou não? Para responder essa pergunta corretamente, é preciso analisar diversos fatores relevantes, então mantenha a calma e continue lendo esse artigo.

O Spinning Faz Mal?

De onde surgiu a ideia que o spinning faz mal?

Conforme esse exercício foi ganhando espaço, a falta de informação relacionado ao seu desenvolvimento, fez com que muitas pessoas passassem a ultrapassar os próprios limites para a obtenção os melhores resultados e acabassem virando reféns de problemas ou dores, então surgiu a ideia que o spinning faz mal.

Como essa é uma atividade de baixo impacto que trabalha a musculatura das pernas e abdômen com muita propriedade, é preciso ter cuidado e atenção ao executa-la, pois, exagerar na intensidade ou configurar a bicicleta de forma incorreta pode causar dores nas costas e lesões musculares.

Para evitar prejuízos e desconfortos relacionados a essa prática é importante seguir algumas regras quanto a configuração da bicicleta e execução do exercício, para que haja um melhor aproveitamento dos movimentos sem comprometer o corpo ou os resultados esperados, então:

  • O assento precisa estar em uma posição intermediária, alinhado com o quadril.
  • O guidão deve estar sempre um pouco mais elevado do que a configuração padrão.
  • Fazer alongamentos antes e depois da atividade também é imprescindível para que o corpo não seja sobrecarregado.
  • Usar roupas apropriadas garante mais conforto durante o treino.
  • Manter-se hidratado também deve ser uma prioridade, já que isso garante maior disposição e contribui para os melhores resultados.

Seguindo corretamente essas dicas, a concepção de que o spinning faz mal será facilmente alterada, deixando apenas os seus benefícios em evidência.

O que é spinning?

Para aqueles que ainda não conhecem esse tipo de exercício, podemos dizer que o spinning é uma modalidade aeróbica muito requisitada atualmente e utiliza bicicletas em sua execução.

As aulas costumar ter duração de uma hora e contam com o auxílio da música para se desenvolver de uma forma agradável e eficiente que proporcione o bem-estar dos alunos.

Além disso, para potencializar os resultados, o equipamento utilizado, ou seja, a bicicleta pode ser ajustada de acordo com as necessidades de cada aluno, aumentando a carga ou diminuindo a carga da forma como preferir.

Embora a ideia de que o spinning faz mal tenha se espalhado, a verdade é que, quando praticado da forma correta, esse exercício conta com inúmeros benefícios para a saúde como:

  • Alivio do estresse.
  • Fortalecimento muscular.
  • Desenvolvimento das funções cardiorrespiratórias.
  • Diminuição da pressão arterial.
  • Maior divertimento.
  • Perda de gordura e controle de peso.
  • Tratamento da ansiedade e depressão.

Ou seja, com tantas vantagens para o organismo, é quase impossível não considerar essa atividade como uma excelente alternativa para deixar o sedentarismo de lado e investir em uma vida mais saudável.

O spinning faz mal ou não?

Depois de analisar essa atividade por completo, não é difícil perceber que ela é altamente benéfica para o corpo e só trará prejuízos para aqueles que não seguirem corretamente as orientações, então, afirmar que o spinning faz mal sem conhecer suas principais características é um grande erro.

De qualquer forma, se ainda existirem dúvidas em relação a esse assunto, procure uma academia mais próxima e converse com o educador físico ou invista em uma aula experimental para saber se o spinning faz mal ou não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here