Efeitos da musculação na adolescência

0
135

Os efeitos da musculação na adolescência são bem adversos, e isso acontece devido às diferentes formas de lidar com o treinamento, que podem trazer resultados positivos ou negativos.

Sendo assim, os resultados do exercício para jovens vão depender, principalmente, da maturidade e consciência para lidar com os treinos. O adolescente pode ter vários benefícios com a musculação, mas, se sua mente for fácil de manipular, ele pode cair nos perigos da atividade.

Por isso, é preciso tomar cuidado com a forma de treinar para controlar melhor os efeitos da musculação na adolescência. Neste artigo, vamos mostrar como driblar os riscos e trazer apenas vantagens para o jovem na academia.

Quais são os efeitos da musculação na adolescência?

Os efeitos da musculação na adolescência podem ser muito diferentes para cada aluno. Isso vai depender da forma como cada um vai treinar.

Basicamente, para ter bons resultados com a musculação, é preciso ter, em primeiro lugar, todos os treinos monitorados.

O treinador precisa estar lá para ensinar o adolescente como usar as máquinas e equipamentos, indicar a quantidade de carga ideal que ele possa levantar e dar dicas de como evitar lesões.

Além disso, o treinador pode garantir que o aluno tenha o descanso adequado entre as séries e não exagere no seu treinamento para não se machucar.

O aluno, por sua vez, também precisa demonstrar colaboração e uma mentalidade mais madura na hora de treinar.

Ele precisa evitar obsessões com a academia, pois, nessa idade, a busca pelo “corpo perfeito” pode fazer com que ele pense que quanto mais malhar, mas magro ou musculoso irá ficar, e esse pensamento está equivocado.

Na realidade, a melhor forma de alcançar objetivos estéticos na academia é respeitando o tempo de cada exercício e praticar pouco, mas com muita regularidade.

Se o aluno for capaz de compreender isso e respeitar seu corpo, que ainda está em processo de desenvolvimento, ele pode ter bons efeitos da musculação na adolescência.

Efeitos negativos

Os efeitos negativos fazem parte de qualquer esporte que exija muita força e resistência, pois o risco de lesões sempre existe.

No entanto, os efeitos da musculação na adolescência podem incluir uma possibilidade muito maior de se machucar, por causa das questões que foram discutidas no item anterior.

Veja, a seguir quais são os principais efeitos negativos que ela pode gerar:

  • Obsessão com a academia;
  • Lesões nas articulações;
  • Estresse no esqueleto;
  • Lesões e distensões na musculatura;
  • Dificuldade de usar os equipamentos;
  • Uso de substâncias ilegais;
  • Distúrbios alimentares por conta das obsessões.

Efeitos positivos

Por outro lado, se o treino for bem monitorado e o aluno tiver boas intenções com a prática regular de atividade física, podem haver apenas efeitos positivos.

Veja quais são os melhores efeitos da musculação na adolescência:

  • Melhoria da resistência muscular;
  • Aumento da concentração;
  • Melhora do condicionamento físico;
  • Maior desenvolvimento físico;
  • Alívio do estresse e dos sintomas de transtornos mentais e psicológicos;
  • Maior convívio social e melhora na socialização;
  • Ativa a circulação sanguínea;
  • Melhora a percepção sobre o próprio corpo;
  • Aprendizado para conseguir superar desafios e ultrapassar barreiras;
  • Aprendizado sobre os limites do próprio corpo e como usar sua flexibilidade.

Conclusão

Por fim, podemos concluir que, dentre os resultados do exercício para jovens, temos vários efeitos negativos e positivos.

Para definir quais deles o aluno vai conseguir, ele precisará de muita atenção, disciplina e maturidade, além de um treinador que sempre possa ajudá-lo e orientá-lo, impedindo que ele exagere ou se machuque.

No geral, os efeitos da musculação na adolescência costumam ser bons e os riscos podem ser facilmente evitados com alguns cuidados. Certifique-se de que o treino do seu filho está sendo saudável!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here