Dieta e exercícios: grandes aliados no combate da esteatose hepática

A esteatose hepática é uma doença caracterizada pelo acúmulo de gordura no fígado, órgão fundamental para o funcionamento do organismo humano. O problema atinge 1/3 da população mundial, e metade de todos os casos confirmados podem evoluir para formas mais graves como hepatite, cirrose e até câncer. O combate, no entanto, pode ser feito com dieta e exercícios físicos. Saiba mais sobre esse assunto!

O que é a esteatose hepática?

Também chamada de infiltração gordurosa do fígado ou fígado gorduroso, a esteatose hepática pode ser causada pelo abuso de álcool e também por outras doenças como hepatites, diabetes e a obesidade. Entre as pessoas com sobrepeso, uma a cada cinco, desenvolvem a doença.

Os sintomas só aparecem quando a esteatose hepática apresenta complicações: cansaço, fraqueza e perda de apetite são reclamações recorrentes dos pacientes. Já o diagnóstico pode ser feito através de exames físico e de sangue, além de testes por imagem como tomografia, ultrassonografia e ressonância magnética. Geralmente, o fígado aumenta o seu tamanho e também as enzimas produzidas.

Variações

A esteatose hepática pode provocar uma inflamação no fígado, sendo possível evoluir para casos de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até câncer. Nesses casos, além de adquirir tamanho incomum, o órgão adquire um aspecto amarelado.

Como combater essa doença?

Perdendo peso

A melhor forma de combater a esteatose hepática é perdendo peso. Isso porque como a doença é caracterizada pelo acúmulo de gordura no fígado, a obesidade ou o sobrepeso são fatores de risco.

Tendo uma dieta saudável

Uma alimentação saudável é a chave para o organismo funcionar perfeitamente. É fundamental ter uma dieta colorida e balanceada, livre de excessos como os de açúcar ou gorduras.

Praticando atividades físicas regulares

Uma pessoa que tem o hábito de praticar exercícios físicos regularmente, tem um corpo mais saudável. Além de ficar mais disposto e com mais energia, previne várias doenças, dentre elas a esteatose hepática.

Suspendendo o consumo de álcool

A esteatose hepática alcoólica é causada pelo consumo de álcool em excesso. Se não for controlada, ela pode evoluir para a cirrose hepática, que é muito mais perigosa à saúde do paciente. Por isso, para evitar a doença, é necessário reduzir ao máximo o consumo de álcool, sendo o ideal a suspensão total.

Não usar drogas nocivas sem indicação médica

Alguns medicamentos têm, como efeito colateral, o acúmulo de gordura no fígado, o que causa a esteatose hepática. Por isso, estrogênio, tamoxifeno, amiodarona e corticoides, em geral, devem ser suspensos.

Essas são as principais informações sobre a esteatose hepática. Se você apresenta algum sinal dessa doença, procure um médico imediatamente e faça exames. E se você não tem hábitos saudáveis de alimentação e exercícios, está na hora de começar, não é mesmo?

Lembre-se de que além de combater a esteatose hepática, esses hábitos saudáveis garantem a longevidade e afastam outros males ligados à obesidade e ao sedentarismo. Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário.

2 Comentários

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password