Benefícios da musculação em jejum

1
414

Ultimamente, fazer musculação em jejum virou moda. Isso porque muita gente acredita que essa é uma maneira de queimar mais calorias em menos tempo, já que o corpo procura uma nova fonte de energia para se exercitar.

No entanto, nem sempre essa fonte de energia são as gorduras e, por isso, é preciso tomar cuidado para poder aproveitar os benefícios da musculação feita com jejum. Você sabe quais são eles?

Pois é, muitos estudos já tentaram provar que existem sim diversos benefícios para a musculação e outros tipos de exercícios praticados com o estômago vazio. Separamos alguns deles neste artigo.

Como funciona a musculação em jejum?

A musculação em jejum é uma forma de treinar muito mais voltada para a queima de gorduras do que para a hipertrofia. Ela acaba proporcionando uma queima maior, pois, de estômago vazio, o corpo precisa encontrar outra fonte de energia.

Então, as pessoas começam cada vez mais a procurar maneiras de usar essa característica do nosso organismo a seu favor durante as atividades físicas. Existem até várias formas de fazer jejum, como o jejum intermitente.

Basicamente, para fazer musculação em jejum e obter os benefícios, é preciso pular alguma refeição – normalmente o café da manhã ou a janta – e depois ir malhar. Só que é preciso ter cuidado para não exigir demais do seu corpo e acabar passando mal.

X benefícios da musculação em jejum

No entanto, a musculação em jejum ainda possui alguns benefícios. É importante destacar que a maioria deles serve para as pessoas que já estão acostumadas a malhar, seja com ou sem jejum, e, por isso, possuem mais resistência.

Da mesma maneira, para quem possui problemas cardíacos, de pressão arterial, de colesterol, diabetes, dentre outros desse tipo, a musculação feita de estômago vazio não é indicada. Confira os benefícios para quem pode aproveitá-la:

  • Queima de gorduras

Ao fazer musculação de estômago vazio, nosso corpo fica sem o combustível necessário para trabalhar. Então, suas novas fontes de energia passam a ser as gorduras, carboidratos e proteínas. Isso significa perder peso mais rápido!

  • Periodização

A musculação em jejum é um ótimo tipo de treino de choque, para quem segue a periodização corretamente e precisa dessa alternância. Ou seja, quando ela é usada nestes casos e alternada com treino leves, pode potencializar os resultados.

  • Insulina

Ao fazer exercícios de musculação sem comer, o corpo acaba criando uma sensibilidade à insulina, o hormônio responsável pelo armazenamento de gorduras. Isso aumenta a capacidade do corpo em metabolizar alimentos.

  • Hormônio do crescimento

Além de tudo isso, treinar de estômago vazio pode aumentar os níveis de produção do hormônio do crescimento (GH). Esse hormônio possui papel fundamental na queima de gordura e ganho de massa magra.

  • Enzimas

Da mesma forma que no item anterior, o treino sem comer pode aumentar a atividade enzimática, já que aumenta também a velocidade do metabolismo. Dentre as enzimas fortalecidas, estão as que realizam lipólise.

Vale a pena fazer a musculação em jejum?

Essa é uma pergunta bastante relativa, que vai depender de três coisas: se a pessoa possui ou não problemas de saúde, se ela já tem costume de praticar musculação sem jejum, e se o treino em jejum possui algum objetivo.

Assim, se sua saúde estiver em dia, sua resistência for boa e a musculação sem comer é parte de um treino alternado, que tem o propósito de mesclar exercícios de choque com exercícios mais leves, ela pode ser benéfica para você.

Portanto, a musculação em jejum possui vários benefícios, mas apenas para quem sabe e pode aproveitá-los. Mas é preciso ter cuidado e, para a maioria das pessoas, é melhor não se arriscar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here