<


Obesidade em crianças e jovens

Com todos os atrativos tecnológicos e o perigo das ruas, as atividades ao ar livre para crianças e jovens estão reduzindo cada vez mais. Isso, no entanto, não é algo bom, muito pelo contrário, coloca em risco a vida dessa faixa etária.

De acordo com dados da Fiocruz (2021), o número de crianças com obesidade mórbida já ultrapassava os 224 milhões no mundo. Um fato muito preocupante, já que isso afeta o futuro dessa faixa etária e provoca efeitos que serão sentidos na vida adulta.

Assim, estas crianças irão passar pela adolescência e, além dos problemas com a autoimagem, também sofrerão com condições de saúde não favoráveis, ou seja, correm um grande risco de que, mesmo jovens, não tenham uma boa qualidade de vida.

Quais as principais doenças que a obesidade em crianças e jovens pode causar

obesidade em crianças e jovens

Quando não tratada, a obesidade infantil pode causar problemas seríssimos, como, por exemplo:

  • Hipertensão arterial;
  • Colesterol alto;
  • Diabetes;
  • Deformações na coluna vertebral;
  • Deformações na estrutura óssea.

Além disso, é muito comum que estes jovens enfrentem problemas com a autoestima e sejam, infelizmente, vítimas de bullying. Outros transtornos mentais muito comuns que acontecem em decorrência da obesidade são:

  • Depressão;
  • Ansiedade crônica;
  • Estresse.

Por isso, é importante que os pais ou responsáveis fiquem muito atentos, cuidando para que seus filhos possam ter uma vida feliz e saudável. Entretanto, muitos ainda têm dúvidas do que pode ser feito, portanto, aqui vão algumas dicas.

Redução de comidas industrializadas, fast foods, doces e refrigerantes

Uma lista deliciosa e perfeita aos olhos dos jovens, mas que pode matar. O consumo em excesso desses alimentos geram acúmulo de gordura e entupimento das veias, o que causará todos os problemas citados acima.

Assim, é interessante que, desde muito jovens, as crianças sejam estimuladas comerem mais frutas, verduras, legumes e carnes magras.

Não se trata de uma proibição dos alimentos acima, mas sim, do entendimento que o consumo diário deles pode causar sérios danos.

Evitar o uso excessivo das telas

Computadores, videogames e celulares são uma ótima forma de estudo, interação e distração para nossos jovens, contudo, tudo precisa ser feito de maneira moderada.

É importante que estes jovens tenham outros estímulos. Uma forma de fazer isso, por exemplo, são os jogos em família. Além de serem divertidos, trabalham diferentes formas de raciocínio, estratégia e trabalho em grupo, sendo recomendados.

Brincadeiras e atividades ao ar livre para combater a obesidade em crianças e jovens

brincadeiras de rua , atividades ao ar livre

Pelo menos uma vez por semana, tire um tempo para fazer brincadeiras, passeios e jogos ao ar livre com seus filhos. Seja um passeio de bicicleta, uma caminhada em um parque ou pequenas brincadeiras de rua, que podem ser feitas, inclusive, em uma quadra esportiva do seu bairro. O interessante é que seus filhos se movimentem e sintam o prazer que isso pode proporcionar.

Estímulo à prática de esportes

Para evitar a obesidade em crianças e jovens, é importante também estimulá-los a praticar atividades físicas. Aqui na Pratique, por exemplo, existem diversas modalidades para essa faixa etária, como natação, dança e lutas. Ou seja, não existem desculpas, basta dar aquele empurrãozinho para fazer com que seu filho tenha uma vida mais saudável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here