Natação e Idosos – O casamento perfeito para muita saúde

0
761

A natação para os idosos é considerada como umas das atividades físicas mais completas, pois como se realiza na água, todos os efeitos da gravidade acabam diminuindo, além do impacto nas articulações daqueles que praticam.

Dessa forma, todos os riscos de fraturas e desgastes dos ossos, são bem menores do que outros tipos de exercícios físicos, o que acaba tornando uma prática ideal para os idosos que normalmente possuem problemas ósseos, como o caso da artrose e osteoporose.

Além disso, geralmente a natação é bastante recomendada por médicos para garantir uma melhora nas condições físicas dos idosos, especialmente em casos em que exista problemas respiratórios ou cardiovasculares.

Saiba mais sobre o casamento perfeito para muita saúde, a natação e os idosos

A natação na terceira idade pode auxiliar muito no aumento da disposição da rotina dos idosos, além ainda de melhorar a capacidade de raciocínio, redução de sintomas de doenças cerebrais, melhora nas atividades rotineiras e ainda garante uma enorme melhora na autoestima e na vida social.

No entanto, antes de começar a natação, segundo alguns médicos, é preciso que os idosos tenham alguns cuidados, os quais são:

  • É necessário que a atividade seja começada de leve até que o corpo se acostume;
  • É interessante sempre ver a temperatura da água, ou seja, se ela se encontra próxima a do corpo, pois os idosos normalmente estão mais sujeitos ao choque térmico.
  • E, por fim, os idosos devem ainda ter muito cuidado quando forem entrar e sair da piscina para que não escorreguem no piso que sempre se encontra molhado, e ele pode cair e acabar se machucando.

Portanto, os idosos quando decidem realizar a prática da natação, eles normalmente apresentam como principal meta, a sua preservação da capacidade funcional, ou seja, possuem o objetivo de sempre melhorar a saúde.

Benefícios da natação para os idosos

Em relação aos benefícios da natação para os idosos, podemos dizer que são:

  • A natação gera normalmente um menor impacto nas articulações;
  • Ajuda muito a melhorar a vida social;
  • Reduz o quadro de depressão em idosos;
  • E, por fim, aumenta a independência.

Além disso, cada pessoa, ou seja, cada idoso geralmente apresenta uma demanda e uma limitação específica, a qual sempre necessita ser avaliada anteriormente por um médico e um profissional de educação física.

Mas, de uma forma geral, todas as atividades realizadas na água, sempre possuem os mesmos benefícios, como os respiratórios e cardiovasculares, por exemplo, além da vantagem de ter um menor impacto nas articulações.

Outro fator interessante é em relação aos desafios que os idosos possuem de encontrarem um exercício físico que seja ideal. Assim, é importante realizar uma análise do ambiente onde serão realizadas a prática das atividades.

É necessário ainda que se verifique se estão presentes todas as adaptações precisas para que os idosos se beneficiem das atividades, e não acabem correndo riscos, como a queda, por exemplo. Com isso, veja alguns cuidados essenciais abaixo:

  • É necessário verificar a adaptação do local;
  • Procurar saber se todos os professores de natação são capacitados;
  • O idoso deve ter uma liberação médica para a prática da atividade;
  • E, por fim, ele sempre deve ter um acompanhamento profissional.

Portanto, a prática da natação na vida dos idosos podem garantir inúmeros benefícios que vão muito além da saúde física dos mesmos, especialmente quando são realizados em grupo, pois a natação pode acabar repercutindo ainda nos aspectos sociais e também na melhora das interações sociais.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here