As lutas marciais possuem muitos registros históricos e a expressão tem origem na cultura ocidental. A arte marcial é, na verdade, as habilidades de lutar e guerrear através de movimentos e, também, conceitos de ética e moral.

A origem do nome “marcial” é por conta de um deus Greco-romada chamado Marte, o deus da guerra. Ou seja, as técnicas se baseiam no combate direto entre homens. Hoje, tal atividade é praticada como uma modalidade de exercício físico.

A história da arte marcial não é muito precisa, visto que data de muitos anos atrás. No entanto, é possível chegar a um consentimento sobre a sua origem. É muito interessante conhecer um pouco mais sobre essa atividade se você estiver pensando em praticá-la.

A origem das lutas marciais

As lutas marciais surgiram no período da pré-história, então já é possível ter uma ideia de quão antigas elas são! Pesquisadores relaram que os homens primitivos utilizavam de pedras, ossos, pedaços de paus e outros utensílios para golpear o inimigo.

O que pode parecer somente uma forma de defesa sem nenhuma técnica envolvida, foi se aperfeiçoando ao decorrer do tempo até constituir uma forma mais sólida de artes marciais.

Os episódios de combate, sejam eles armados ou não armados, não surgiram na Roma Antiga ou na Grécia (como a maioria das pessoas pensa), mas, sim, na região da Mesopotâmia.

Ao decorrer desse tempo as artes marciais foram se aprimorando e se categorizando, fazendo com que modalidades específicas de lutas fossem surgindo, como Taekwondo, Jiu jitsu, karete, kung fu, dentre outras.

As lutas marciais propriamente ditas como as conhecemos hoje surgiram principalmente na China, Índia e Coréia.

O que antes eram consideradas apenas técnicas de luta, hoje fazem parte de um quadro de esportes. Inclusive, as Olimpíadas incrementaram esse tipo de luta em suas competições.

Lutas marciais: muito além de movimentos

Os princípios das artes marciais vão muito além de ensinamentos sobre autodefesa e ataque. As lutas do oriente possuem uma carga muito grande de ensinamentos, teorias e filosofias.

A cultura oriental em si é muito rica e baseada em firmes valores. Isso é evidente nas artes marciais, onde seus ensinamentos também incluem conceitos sobre ética e moral.

Por isso é uma atividade tão interessante. Ao contrário de atividades convencionais feitas em academias, as lutas marciais trabalham a saúde mental de forma direta.

Atividades como musculação e semelhantes também são benéficas para a saúde mental, mas de uma forma diferente.

Sendo assim, se você considera fazer aulas de artes marciais fique ciente de que irá aprender muitas coisas, indo além de autodefesa.

Quais são os principais benefícios das artes marciais

Além de aprender autodefesa e conceitos da luta, as artes marciais trazem diversos benefícios à saúde, como:

  • Perda de peso – são aulas muito dinâmicas e é possível queimar muitas calorias
  • Tonificação muscular – os músculos são bem trabalhados e ocorre a tonificação muscular
  • Elasticidade – muitos exercícios de alongamento são realizados durante o treino, aumentando a elasticidade
  • Equilíbrio e coordenação motora – são duas habilidades muito bem trabalhadas nas lutas marciais
  • Fortalece o sistema cardíaco, sistema imunológico e sistema circulatório
  • Combate diabetes e colesterol alto
  • Ameniza sintomas de ansiedade, depressão e estresse
  • Aumenta a disposição para o dia a dia
  • Melhora as noites de sono
  • Aumenta a qualidade de vida de maneira geral

Para saber mais sobre a história e origem das lutas marciais, busque pela academia da Pratique Fitness mais próxima e marque uma aula experimental. As unidades trabalham com várias modalidades de artes marciais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here